sábado, 14 de junho de 2008

TJSP e nomeações

Segundo o Jornal dos Concursos, o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo disse que "não pode nomear aprovados em concursos para Escrevente no estado, por falta de verba."

Leia a matéria completa em www.jcconcursos.com.br

Por isso, é fora de dúvida que o melhor é continuar, iniciar, retomar os estudos para um novo concurso. Por exemplo, Tribunal Regional Eleitoral da 2ª Região, que abrange São Paulo Capital e adjacências, com edital prometido para julho deste ano e organizadora escolhida: Fundação Carlos Chagas.

Além disso, a remuneração do TRT-SP é quase o dobro da do TJ-SP, podendo chegar a mais de R$ 4.000,00 para nível médio e mais de R$ 6.000,00 para nível superior (analista).

É isso aí.

14 comentários:

alexandre disse...

....falta de verbas só se for para o interior de SP porque para a capital o número de convocados quase dobrou do previsto no edital...

Anônimo disse...

Se não tem verba para chamar os aprovados.
Por que abre concurso então???
Pobre de nós!!!

Anônimo disse...

Olá, PROFESSOR!

Queria pedir um link, além dos que já existem aqui no seu blog, do Código de Processo do Trabalho. É que sempre que preciso verificar se uma lei está atualizada, passso por aqui e encontro tudo. Mas não achei esse.

Fica aí o pedido!

Abraço pra ti!

Anônimo disse...

E vc foi o primeiro a nos incentivar a fazer o conurso pra escrevente no ano passado...
Agora nos incentiva a fazer esse aí. Quem me garante que também não acabará a verba deste ???
Ridículo isso. Vcs, de cursinhos, só querem é arrancar dinheiro de nós, isso sim.

Anônimo disse...

ANIMADORA SUA NOTÍCIA !!!
ESTRAGOU MEU FDS !!!
NÃO ACESSO MAIS ESSA PORCARIA!!!

Anônimo disse...

Professor, qual a sua opinião a respeito dessa declaração do presidente do TJ sobre a falta de verbas para as nomeações?

Anônimo disse...

Ontem eu estava p...da vida com essa notícia, pois estou desde 2005 estudando para o TJ/Oficial de Justiça e até agora nada. Parti então p/ Escrevente. Prestei todos e fui classificado em todos, mas só no último eu fiquei aprovado dentro do número de vagas ofertadas. Depois de tanta luta eu consegui. E agora vem essa notícia!! Brincadeira... Hoje estou mais calmo, e pensando bem, cheguei à conclusão que nós temos duas escolhas: 1. Ficar reclamando; 2. Fé que tudo vai dar certo e estudar pra ser aprovado para o TRT. Melhor ficar com a segunda opção! Mas sem esquecer de cobrar nomeações ao TJ/SP.
Prof. Douglas, o que vc acha de tudo isso? Será mesmo que não teremos nomeações no interior este ano?

Dênis Leandro disse...

Pega leve pessoal! O professor nos ajudou e muito durante todo processo do concurso trazendo informações, trazendo conhecimento e acredito que muitos aprovados tem que agradecer a ajuda do professor. Na verdade eu nem aluno dele fui, porém sempre acessei esse blog em busca de informação e sempre achei, inclusive informações que nos enchem de raiva, como essa; porém a informação é verídica e nos resta lamentar... e não descontar toda nossa raiva no blog que deu a informação e seu editor o professor Douglas.

Anônimo disse...

Realmente esse tipo de informação não agrada ninguém, acho que concurso é vc tem que torcer para todos os lados, desde passar até ser nomeado, o TRT no último concurso nomeou muita gente e acredito que desta vez irá chamar muito pouco, além de ser um concurso muito difícil. Daqui a pouco não compensa fazer cursinho preparatório, pois nunca tem verba para chamar ninguém, só pegam nosso dinheiro e depois ficamos chupando dedo!

Alexandre disse...

Pessoas educadas e futuros servidores não julgam antecipadamente só porque uma notícia ruim veio a tona. Aos mal educados, um conselho: se não sabem fazer concursos, partam pra iniciativa privada. Depois do escrevente, não fiquei parado. Estudei para um outro concurso e passei em 1º lugar. Coisa que vocês deveriam fazer, estudar. E não entrar aqui pra ficar reclamando nem julgando os professores e os cusinhos preparatórios.

Karina Cunha disse...

Esses comentarérios me parecem bem a história do "bode espiatório para pacificar o conflito". É claro que ninguém gosta de notícias ruins, ainda mais quando se trata de algo que custou tempo, dinheiro e dedicação (horas de estudo solitárias, distância da família e amigos), mas peraí, o Douglas é só o portador da má notícia e não o culpado. E me parece bastante honesto da parte dele nos informar a real situação. Ou alguém aqui preferia ficar iludido? Melhor do que eleger um culpado pra crucificar é se haver com a própria frustração e tomar uma atitude construtiva. Se não quer prestar o TRT não preste. Se não quer pprestar mais cconcurso, então vá viver na iniciativa privada, o que me parece bem mais sacrificante. Mas, por favor, encarem a realidade. Agora dizer que foi enganado quando decidiu encarar o concurso, e que o dono do blog só quer lucrar arrebanhando alunos já é demais. Descobri esse blog porcurando no google o gabarito da prova de escrevente do TJ/SP, nunca fui aluna do Douglas, nem sequer o conheço, mas sempre encontrei aqui informaçãoes e dicas importantes. Mais que isso, muitas vezes entro no msn e o Douglas está on line pronto pra responder as minhas dúvidas, E SEM NUNCA TER GANHADO UM TOSTÃO POR ISSO!!!Claro que um canal como esses acaba por torná-lo conhecido e consequentemente ter mais alunos, mas prestem atenção, cursinho para concursos é um negócio, não instituição de caridade.NÃO DEIXE QUE A SUA FRUSTRAÇÃO JOGUE NO LIXO UMA INICIATIVA TÃO VALIOSA E ÚTIL PARA NÓS CONCURSEIROS. TER MATURIDADE TAMBÉM É FUNDAMENTAL PARA SER APROVADO NUM CONCURSO PÚBLICO.

Anônimo disse...

Professor Douglas tem algo que possamos fazer contra a substituição de escreventes por estagiários?

Anônimo disse...

Ué ... Aprovados , dentro do número de vagas, que não forem chamados:

MANDADO DE SEGURANÇA. Já existem precedentes por todo o Brasil !!

Anônimo disse...

Realmente não é uma boa notícia para nenhum d enós, muito menos para os que passaram nos primeiros lugares, se dedicaram, etc etc

Quanto a falar mal de cursinho, siceramente não vejo motivo. Para entrar em concurso ninguém precisa de cursinho. Se faz é porque quer. Ninguém é coagido. E se faz porque quer, não há do que reclamar.

Acho que para quem tem dinheiro é muito bom fazer. No meu caso, passei bem no último pro TJ e nunca fiz cursinho.

Professor Douglas, o sr está de parabéns por nos dar todas as informações. As boas e infelizmente tb as ruins.
Boa Sorte pra tds nós!