sexta-feira, 29 de agosto de 2008

COLUNA DA CONCURSANDA APROVADA: Profissional liberal x Concurso Público

Começar a estudar para concursos públicos pode ser um dos passos mais difíceis que os profissionais liberais, como eu, dão na vida. Como cirurgiã-dentista, pisar pela primeira vez no Unicursos e matricular-me em um curso preparatório para concursos de nível médio, foi muito triste. A sensação de derrota é muito grande, pois lembramos de anos e anos de escola, faculdade, cursos e mais cursos, e de repente você percebe que estagnou, que dali não progredirá, por mais que se esforce...

Todos sabemos das condições atuais do nosso país, e o quanto os profissionais liberais estão sendo prejudicados com isso, mas os comentários cruéis dos familiares e amigos que acham um absurdo largar a profissão e estudar para cargos sem nível superior acabam com o bom-humor de qualquer concursando...

Para início de conversa, o fato de um concurso ser de nível médio não desmerece ninguém que tenha ensino superior, uma vez que o grau de dificuldade desses concursos vêm aumentando demasiadamente, com notas de corte altíssimas, e muitas delas de candidatos de nível médio. E para muitos profissionais, como eu, as matérias são completamente novas, de nada adiantando o diploma, infelizmente... Obviamente a base escolar vai contar muito, mas o que definirá a aprovação é a disciplina, a força de vontade e a determinação de cada um, independentemente do grau de escolaridade que possui.

Atualmente encontramos profissionais liberais das mais variadas carreiras estudando para o mesmo concurso, sem culpa, sem arrependimentos, apenas almejando um futuro melhor, e é assim que devemos pensar.

Temos que ter orgulho de nossas conquistas, sejam elas quais forem, pois a cada meta cumprida, evoluímos mais. E quanto mais evoluímos, mais metas queremos cumprir. É o ciclo da vida, quando vivida em sua totalidade. Pensem nisso.

Bom fim de semana a todos!
Simone Hartmann

10 comentários:

Anônimo disse...

Simone,sou arquiteta e sei o que vc passou e o que muitos colegas passam...
Mas vc tem razão, a gente tem que crescer!!!
Muito bonito seu texto de hoje,parabéns!
Rosana

Anônimo disse...

VERDADE.VOCE DISSE GRANDES VERDADES.ÀS VEZES PENSO NA GRANA QUE GASTEI COM A FACÚ,E ME ARREPENDO...
MAS TUDO BEM.VAMOS ESTUDAR PARA O TRT,MEU POVO!!!
SEMPRE "ARREMESSANDO" A GENTE PRA CIMA,NÉ DOUTORA!!!
VALEU.
PAULO.

Macaco doido disse...

Lendo tudo isso que foi escrito, chego a conclusão que nossa cultura nos levou a pensar que por ter um diploma em determinada área devemos sustentar um certo "status". Eu também encontro essa dificuldade por trabalhar como comerciante. Uma professora de Espanhol, que morava na Argentina, nos contou que naqueles anos de crise (há uns 4 anos atrás) faziam-se filas para empregos de balconista em padarias, papelarias, lojas, etc e muitos desses que estavam na fila tinham diploma de engenheiro, direito, administração, etc. As situações econômicas eram diferentes, mas mostra que não devemos ter preconceito, o importante é ter a dignidade para buscar o melhor para si, trabalhar fazendo algo que gosta e ser flexível perante as diversas situações.

Anônimo disse...

Ótimo! Sem mais comentários, a Simone disse tudo...
Conheço pelo codinome Doutora Si, participo no PCI e acho que ela diz corretamente o que acontece atualmente.
Concurseirodovale.

Anônimo disse...

É isso aí Simone, está na hora de pararem com esse preconceito ridículo de que quem tem curso superior não deve se candidatar a concursos de nível médio, isso é orgulho demasiado, para mim só os humildes tem razão...estou contigo neste ponto...parabéns!

Anônimo disse...

É isso aí,Si.Eu,como muitos outros,me identifico com você.bom saber que mais gente pensa assim!
M.

Anônimo disse...

Simone,se depender da redação vc já tá aprovada pra analista...rs

Silvia Cuca disse...

Puxa, que bom saber que não sou só eu! Sou formada em Administração, tenho especialização em Marketing e só conseguia emprego de secretária, ganhando bem pouco. Então me formei em Educação Física e descobri que vida de professor é ainda mais difícil. Hoje faço filmagens, mas estudo para concursos públicos de nível médio também. Afinal, direito pra mim é um desafio! No final só queremos ser felizes, com uma vida boa e tranquila. Obrigada pela força!

Raquel Solitária disse...

Simone, não é vergonha nenhuma. Buscar uma vida digna é algo muito valoroso.

Professor Douglas, desculpe por não ter podido falar contigo. Estava na maior correria. Sexta-feira é um dia sempre alucinante (risos). Muito obrigada por sempre nos prestigiar.

Raquel - colunista do concurseiro solitário

Anônimo disse...

Concursanda aprovada tem milhões... e concursanda nomeada???