sexta-feira, 5 de setembro de 2008

COLUNA DA CONCURSANDA APROVADA - Dias de Fúria

Quem nunca acordou pela manhã completamente alterado e querendo desistir de tudo? Qualquer coisa incomoda, um pequeno problema parece gigantesco, e tudo, absolutamente tudo, parece dar errado desde o momento em que colocamos os pés no chão até o momento de dormir... São nossos dias de fúria, e devemos aprender a lidar com eles.

Por mais que tentemos ser otimistas, pensar positivamente e mentalizar o nosso sucesso, há momentos em que alguma coisa nos faz perder a harmonia e então todas as emoções negativas vêm à tona como uma bola de neve, crescendo a cada minuto do dia.

Depois de alguns momentos de ira, nós tentamos, sem sucesso, recobrar a calma e começar a estudar. Só que não conseguimos sair da primeira linha da matéria. Então insistimos mais, ficamos fatigados, mas não adianta. Tudo em vão. Por quê?

Acredito que energia positiva atrai coisas positivas, ocorrendo o mesmo com a negativa, mas seria ilusão dizer que estamos sempre em paz com o mundo o tempo inteiro. Somos humanos, passíveis de momentos de angústia, ansiedade, raiva, tristeza.

O que fazer nesses momentos, então?

Devemos alterar a nossa vibração de negativa para positiva. Conseguimos mudá-la fazendo algo de que gostamos muito, que nos transmita paz, como ouvir aquela música preferida, passear com o cachorro, ir ao cinema, dançar, descansar... É preferível perdermos algum tempo do nosso dia recuperando o equilíbrio do que perdê-lo por completo sem conseguirmos estudar e ainda aumentando nosso nível de stress.

Passar em concurso público requer uma série de itens, e não apenas mergulhar nos livros, esquecendo de nós mesmos, de nossos sentimentos, de nossas prioridades. O ser humano é uma máquina complexa, e, se alguma peça, por menor que seja, falhar, ele não conseguirá desempenhar seu papel corretamente.

Devemos sempre buscar nosso equilíbrio mental, emocional e físico se quisermos alcançar nossos objetivos e termos uma vida plena, saudável e feliz.

Um excelente fim de semana a todos!

Simone Hartmann

14 comentários:

Macaco doido disse...

Uma verdadeira aula de No-Stress! Não acontece muitos "dias de fúria" comigo, mas não havia pensado na possibilidade de inverter o jogo, fazer algo que eu goste para mudar o clima. Muito legal a dica.

Anônimo disse...

É verdade,Doutora.
Muito legal mesmo!
Quando estiver furioso,vou lembrar disso.
Smepre com boas idéias.Parabéns.
Marcelo

Anônimo disse...

Ah..meus dias de furia são tantos...
Nós que estudamos pra concurso vivemos num clima de muita tensão mesmo.
Obrigada,Simone,pela dica.
Vou tentar mudar as regras deste jogo de agora em diante!!!!
Rosana

Anônimo disse...

Quem não passa por dias em fúria, todos algum dia passarão, tanto quem faz concursos quanto àqueles que nem pensam nisso, o que importa é colocar a "cabeça" no lugar e tentar contornar a situação, se não passou é porque faltou algo, estudo, quem sabe, o que faz a pessoa passar e vencer é a persistência, por isso muita gente não consegue e assim aqueles que num primeiro momento não foram muito bem, mas com vontade, garra e muito estudo conseguem algum dia, não precisa ser em primeiro lugar, dependendo do concurso o fator sorte contribui muito, tem gente que passa nas últimas colocações e mesmo assim é chamada, depende muito das circuntâncias e só quem persiste é que consegue...

Anônimo disse...

Hj eu tô assim!p.da vida.

Anônimo disse...

Douglas, não dá para acreditar que "você" ainda ocupa espaço do blog com artigos como esse. Parece coisa de revista feminina.....
Que saco !!!!

Anônimo disse...

Adorei o artigo, muito bom mesmo. Parabéns Simone. Você arruma sempre um jeitinho sútil de nos dizer as coisas. Pra quem reclamou do artigo basta não ler ou procurar algo melhor pra fazer!

Anônimo disse...

ANÔNIMA (TENHO CERTEZA QUE EH MULHER!):
COM CERTEZA VC ESTÁ EM UM DOS SEUS DIAS FÚRIA...
CUIDADO PRA INVEJA NÃO TORNAR TODOS OS SEUS DIAS FURIOSOS,HEM!!!

R.CARAGUÁ

Anônimo disse...

Anônimo que escreveu:"Parece coisa de revista feminina.....
Que saco !!!!":
Eu pensei que revista feminina falasse sobre culinaria,horóscopo,fofoca de artista,dicas pra perder 10k em um mes,simpatia pra conquistar meninos,etc..............e não um assunto tão interessante como esse.
Logo se percebe que seu problema é inveja mesmo.
Tente ser alguém melhor!Todo mundo aqui com pensamentos bons,e soh vc pra baixo.Que pena.
Sabrina

Anônimo disse...

É,acho que tb to nesses dias de fúria!Me encaixo certinho nos sintomas..rs.To de TPC(tensão pré concurso),e acho que preciso me acalmar mesmo...
Uma boa esse lance de mudar a vibração.
toda semana a Si manda um de seus segredinhos de sucesso!
Parabens!

Anônimo disse...

Amigos concurseiros... pra quem vai prestar TRT 2ª região (analista adm.), vcs estão estudando as Leis secas, ou conceitos também? Tô perdidinha...
Agradeço se puderem me dar uma luz!

Anônimo disse...

Bem...

Quem presta concurso público e é humano (não necessariamente uma mulher), possui sentimentos, pasmem!!! :P
E sentimentos podem, sim, interferir no rendimento dos estudos e atrapalhar outras áreas de nossa vida. Portanto, sem hipocrisia, please.
Relacionar "dia de fúria" exclusivamente com TPM denota uma visão limitada num mundo globalizado.
Dizer que este tipo de assunto não poderia estar no blog por se tratar de cultura inútil, também.
O ser humano que faz sucesso é aquele que conhece um pouco de tudo, da cultura mais restrita à popular. É aquele que sabe estabelecer relações, criando um mix de possibilidades e interpretações, tornando nosso universo de sentidos mais leve e criativo.
Que triste seria a vida se nela só fosse observada a utilidade objetiva de cada coisa. Não haveria poesia e nem literatura. Não haveria coisas belas ou divertidas para se apreciar... Como diria um certo autor, gente chata essa que quer ser sempre séria, profunda, visceral. Isso é mesmo uma coisa muito pentelha! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado do Schopenhauer?
Aplaquem a fúria contida, seres raivosos! Divirtam-se, estudem mais, canalizem a energia e, como diria o Zé Roberto "não percam o foco!"
Beijos e flores a todos!

:)

Anônimo disse...

Simone,eu te conheço bem,e sei que a vida te ensinou a manter esse equilíbrio que você tem hoje,e também sei que não foi fácil.Você aprendeu a lutar com as armas certas...
Não se deixe abalar jamais por aqueles que te querem mal,pois eles estão tão distantes que você nem deve enxergá-los direito,de tão pequenos que parecem,não é?
Sorte daqueles que te acompanham no dia a dia e tem a oportunidade de conviver com essa pessoa tão íntegra e amiga que é.
Parabéns pela coluna.
Parabéns,Douglas.Seu blog está cada vez melhor.
Sidney

Camisa 9 disse...

Excelente tema Dra.
O blog ficou ficou mais bonito com a sua presença aqui hehehe

E o conteúdo está excelente, professor.

abraços