segunda-feira, 17 de novembro de 2008

TRT-SP

Como foi a prova? Qual é a sua opinião?

Há quanto tempo você estuda?

Qual a matéria mais fácil?

Qual a matéria mais difícil?

Qual o nível de dificuldade da prova? (de 0 a 10)

27 comentários:

Anônimo disse...

Olá..boa noite a todos..achei a prova interessante...claro que o nível foi mais elevado...mas só assim para avaliar mais a capacidade de raciocínio, esperteza, agilidade, concentração e controle emocional de cada um...pq antes era fácil de muitas pessoas gabaritarem...e dessa forma ocorre uma mudança drástica nos critérios de avaliação do desempenho de candidatos! Claro que tb demorei mais como todos para analisar as alternativas e enunciados e tb gostaria de meia horinha a mais para fazer a prova...mas acredito que a tendência agora será elaborarem provas desse tipo e admiro a audácia da FCC em por à prova os NEURÔNIOS DE QUEM ESTUDOU!!!!
Fica aqui uma opinião.

Anne disse...

Olá..boa noite a todos.
Eu achei a prova bem interessante..porque elevar o nível de dificuldade é a única maneira de evitar que muitas pessoas gabaritem essas provas..como tem acontecido.
Quero parabenizar a FCC pela audácia em mudar o critério de avaliação do desempenho dos candidatos. Dessa vez colocaram à prova os NEURÔNIOS DE QUEM ESTUDOU! Foi exigido dos candidatos muita atenção, esperteza, agilidade com cautela, rapidez de raciocínio, analisar muito as alternativas, enfim, quem sabe assim param de falar que quem classifica bem em concursos é apenas aqueles que decoram tudo, agora quero ver terem coragem de julgar dessa forma os felizes candidatos que realmente estudam pra valer!! Mostrem essa prova a eles...claro que eu também gostaria de uma meia horinha a mais já ajudaria!! Mas só assim podemos realmente provar que não só estudamos, somos mesmo inteligentes e capazes de cada vez mais resolver questões desse tipo de ontem!!!! Um grande abraço e parabéns ao Prof Douglas pelo site!!

Anne disse...

Ah...estou estudando há quase 2 anos...mas agora que pude começar mais firme..
Sobre a matéria mais difícil nesta prova acredito que tenha sido Português; a mais fácil, Direito Constitucional e daria nota 9,0 para o grau de dificuldade.
Abraços a todos.

Camisa 9 disse...

Não estudei muito e nem corretamente. Não estudei nada de Processo do Trabalho...

Quanto as outras matérias devo ter ido bem. Direito Administrativo que foi mais pesadinho...

Nível 8 para a prova...
Eu estava no nível 3....vamos ver no que vai dar...como se não soubéssemos :p

Continuarei tentando...

Éric

Anônimo disse...

Olá....
Estudo a mais ou menos 1 ano e meio, e estudei muito pra essa prova
Nivel altissimo, mas correto, afinal, em meio a tantos candidatos, só assim para obterem desempate
Saí um pouco frustada da prova, mas sei que se para mim foi dificil, imagino como foi para quem não estudou o tanto que eu estudei.

Mas tenho esperanças, agora é ter paciência e Fé que tudo vai dar certo

A disciplina de portugues realmente foi a mais dificil, tomou praticamente a medade to tempo para ser realizada..

Realmente temos que deixar um parabens á FCC, brilhantismo nessa prova....nessa só passa quem realmente estiver muito bem preparado!

um beijo a todos....e boa sorte a nós

Letícia

Anônimo disse...

Oi, Douglas.
Vou deixar aqui também a minha opinião...
O que eu considero que tenha atrapalhado os candidatos na prova de técnico foi a disciplina de Português, não que estivesse difícil, mas muito trabalhosa, pois quase todas as questões se referiam aos textos, sendo que no segundo a linguagem estava bem complicada, até filosófica. Eu, particularmente, tive problemas com isso, pois sobrou pouco tempo para fazer as outras questões, só consegui terminar a prova 9 minutos antes de acabar o tempo, e não pude revisar nenhuma questão.Minha nota para o técnico é 9!
Já na prova de analista o Português estava bem mais tranqüilo e deu tempo de sobra pra fazer a prova e a redação. A única coisa que pegou no analista foram as 10 questões de informática, que estavam realmente muito difíceis.E eu não havia estudado p.civil e civil...
Mas a prova em si estava bem mais fácil mesmo.
Nota para a prova de analista:8.
Bj,
Simone Hartmann

Anônimo disse...

NOTA DEZ,OU MELHOR,ONZE PARA A PROVA!!!
A FCC SURTOU,DUVIDO QUE ALGUÉM GABARITE ESTA PROVA...
ANDRÉ

Anônimo disse...

Olha,Douglas,acho que tendencia agora é ir dificultando cada vez mais as provas.Sorte de quem já foi nomeado nos outros,porque agora o bicho vai pegar forte.
nota 10 pra dificuldade.
Andréa

Anônimo disse...

Olá Douglas, especificamente para essa prova do TRT eu estava estudando há uns 4 ou 5 meses. Comparando com as provas anteriores, eu achei Portugues a materia mais complicada. Exigiu mais tempo que as outras provas que eu vinha treinando, consequentemente o tempo ficou mais curto para as outras matérias, o que fez com que algumas questoes que eu estava em dúvida em duas ou tres alternativas, em vez de analisá-las melhor, fossem chutadas.
Mas é isso aí! Pra quem já está um pouco calejado em concursos, não pode ficar desanimado. O negócio é seguir em frente e já começar a estudar para o próximo.
Um abraço e boa sorte a todos !
Alessandro

Anônimo disse...

Sem dúvida informática foi a pior matéria em termos de dificuldade p/o cargo de Analista, será q vamos ter q fazer Ciências da Computação!!!Era só o q faltava...
Estudo há três anos...

Anônimo disse...

Olá... a prova de técnico estava muito difícil! Principalmente português, perdi muito tempo - o segundo texto era um horror! Sai da prova arrasada porque c/ pouco tempo para as questões de direito não pude analisá-las corretamente e nos casos de dúvida "chutei"... fiquei muito nervosa, mas fazer o quê? Bola pra frente!

Mariana

Alexandre Mantovani disse...

A FCC está em fase de mudança do foco, sem dúvida. Não diria que já o fez definitivamente, pois tudo é relativo, mas há fortes indícios desta mudança, sem sombra de dúvida. Edital mais extenso, sem citar determinados artigos; na verdade, pedindo todo o conteúdo. Exemplo: Do Poder Judiciário; Do Poder Executivo; Processo Legislativo, etc. Ou seja, estava claro que nada ficaria de fora, como acontecia com os editais anteriores. Em informática, conceitos novos, como Redes e Segurança da Informação, conteúdos comuns em provas da Esaf. Textos de Português mais complexos, exigindo conhecimentos de Linguística, ênfase para Interpretação e compreensão de textos em vez de fazer meio termo com a cobrança dos conhecimentos de gramática. Acho que é hora de todos mudarem o foco de estudo e a maneira de sua preparação. O futuro chegou. Provas "meia-boca", coisa do passado..
Minha nota para o nível de dificuldade da prova de Técnico: 9,0.

Abraço.
Alexandre

Anônimo disse...

Olá, boa tarde a todos, achei a prova de técnico muito dificil mesmo, achei pouco tempo pra fazer esse tipo de prova, achu que eles estão querendo selecionar analistas para trabalharem como técnicos..rs, achei o nivel altissimo, com certeza terei que mudar o meu foco de estudos, mas bola pra frente, se preparar para 15ª. um abraço a todos!

Vânia Sousa disse...

Olá a todos, eu achei a prova de Técnico bem difícil. Em Português as questões e os textos estavam bem rebuscados o que exigiu muito tempo para resolução, com isso já bate o nervosismo. Informática foi razoável e raciocínio lógico também, sem grandes complicações. As questões de Direito também apresentaram enunciados e respostas longas, consequentemente mais demorado também para resolver. Uma meia hora a mais seria bem-vinda.
Já na prova de Analista me surpreendi. Venho estudando a pouco mais de um ano e é o primeiro concurso de nível superior que presto, fiquei boba com a facilidade da linguagem aplicada e também com a formulação simples das questões de Direito, o que não quer dizer que estava 'fácil demais', mas bem mais simples para compreender e poder resolver. Acredito que quem já está estudando há um bom tempo e tem certa facilidade com a lei seca tenha ido muito bem, o problema realmente foi informática. Mas, diante da gigantesca concorrência, só assim para haver maior critério de seleção entre os candidatos.
Ainda tenho esperanças e também desejo boa sorte a todos, essa semana vai ser demorada!!!...rs

Anônimo disse...

minha nota para o nível de dificuldade da prova de técnico é 10!!! achei absurdo o nivel de cobrança para técnico!!!

MARIANA disse...

me diz que prova foi essa!!??
pelo menos a nota de corte não será tão alta(espero)
e olha,Eu tiro o chapéu pra quem passar nessa prova !

uma mistura de exercícios muito fáceis(tipo baba) com uns que eu nunca vi na vida(informatica) rs
bem 8 ou 80!!!
isso pq estudo faz dois anos..
e nao é pouco estudo não..


aquela informatica entao nem se fala..
ta loko!
NÍVEL 9 de dificuldade

Anônimo disse...

Meus caros, achei a prova um tanto quanto trabalhosa. Gostaria de poder comparar a prova AJAJ tipo 5.
Grata, Cida

Anônimo disse...

Pensei que o nivel dessa prova fosse mais elevado, para quem se preparou não estava tão fora da realidade. Eu daria uma nota 6 pelo nivel ok flw um abrço a todos.

Anônimo disse...

Ola...Saí arrasada desta prova.
Estudo para o TRT desde o começo do ano, estava afiada em direito, mas o problema maior foi gastar mto tempo para o português e não me sobrar tempo para analisar as questões de Direito com calma. Informatica e Raciocinio, tive que chutar, tb não tive tempo de pensar.
Ah, se tivesse mais meia horinha...
Boa sorte a todos...

Thais Dias disse...

Realmente,

tiro meu chapéu aos 7 'sortudos' que passarem nesta prova!

Larissa disse...

Português: Trabalhoso.
Informática: Nunca vi aquilo na vida.
Raciocínio lógico: Chutei. Não deu tempo.
Adninistrativo: Fácil.
Constitucional: Fácil.
Trabalho: Fácil.
Processo do Trabalho: Fácil.

O que atrapalhou foi o tempo perdido com português, a loucura da informática e a falta de tempo do raciocínio lógico.

Pode zerar em alguma ?

Anônimo disse...

Professor Douglas,olhei o edital do TRT Goias e Alagoas e percebi um problema : os dois editais constam que a prova seria realizada em 3hs , com 50 questões. E aqui no TRT 2, tivemos que fazer 60 questões em apenas 3 hs. Isto é justo? Poderia recorrer por este motivo?

cncurseiro ctba disse...

Não estou entendendo os comentários de que a prova estava dificil.
Não tem como ser dificil uma prova que é cópia de letra de lei/súmula.
Acho que muita gente vai gabaritar

Anônimo disse...

Camisa 9 disse:
"Não estudei nada de Processo do Trabalho..."
hehehe..pra que fazer o concurso então? só pra dar dinheiro pra banca?

ROSANGELA disse...

Boa noite! só comentando o que foi falado, as provas de Al e Go tiveram um tempo maior por que tinha redação; sobre SP, achei "encardidinha", rs, a FCC mudou mesmo, ela não quer ficar prá tras quer se comparar a uma Esaf e CESPE, suas provas anteriores estavam muito fáceis para quem tem facilidade em decoreba, acho mais justo que seja assim, estudar, entender e aplicar o que se aprendeu de forma inteligente. Prabéns a Fcc. A matéria mais complicada foi, sem dúvida Português. Nota de dificuldade 9.

Anônimo disse...

Concurseiro ctba,pelo visto vc não fez a prova,e só colocou seu comentário pra irritar mesmo.Se tivesse feito a prova,saberia que não foi cópia de texto de lei de maneira alguma,e que a nossa maior dificuldade não foi em direito,mas nas outras disciplinas.
Espertão...dãrrrrrrrrrrr

Anônimo disse...

sora Carla Pereira, Mestre em Linguística, irá comentar o segundo texto de Português da prova de técnico Judiciário no seu blog A ESCRITA NAS ENTRELINHAS - http://aescritanasentrelinhas.d3estudio.com.br/