segunda-feira, 13 de abril de 2009

SIMONE HARTMANN ESPECIAL PARA O TRT 15ª REGIÃO: A Redação da Fundação Carlos Chagas

A prova de redação está sendo exigida com freqüência nos concursos da FCC, tanto nos de nível médio como de nível superior, e é, sem sombra de dúvida, imprescindível que tenhamos um ótimo desempenho, uma vez que a mesma tem grande peso e caráter eliminatório. Então, como alguns amigos pediram, estou postando novamente algumas dicas de como elaborar uma boa redação:

1 - Jamais use a primeira pessoa do singular. Os verbos adequados são aqueles na terceira pessoa do singular: percebe-se, admite-se, compreende-se. A redação deve ser impessoal.

2- Preste atenção à elaboração do primeiro parágrafo. É nele que você irá definir o ponto de vista que será defendido em seu texto.

3- Planeje seu texto. Trace um esquema, visualize a estrutura de sua redação. Dessa maneira, não há como se perder.

4- Em cada parágrafo, procure elaborar de dois a três períodos. Não redija períodos excessivamente longos ou curtos.

7- As palavras abstratas podem ser utilizadas sem prejuízo ao texto, desde que apareçam no singular. Exemplos: “Diminuir a maioridade penal não irá reduzir o crime” (em lugar de “os crimes).

8 - Não escreva um texto “sujo”, repleto de marcas gráficas como interrogações, exclamações, travessões e aspas. Eles interrompem o fluxo de leitura do texto.

9 - Respeite as margens e indicações de parágrafo.

10 - Revise seu texto. Observe se a norma culta foi utilizada. Verifique se há erros quanto à pontuação, ortografia, acentuação, vocabulário, concordância, regência e construção do período.

11- As redações devem ser desenvolvidas em torno de um tema proposto pela comissão de avaliação. Leia a proposta com muita atenção e fiscalize-se para não fugir dela sob nenhuma hipótese.

Como em qualquer outra disciplina, a redação também exige muito treino. Fazer uma por semana e adquirir ou intensificar o hábito da leitura também são grandes aliados nessa batalha, uma vez que a redação sempre se refere a algum tema da atualidade, exigindo que estejamos antenados para podermos dissertar sobre o assunto em questão.

Simone Hartmann



* outras dicas de redação - não específicas da FCC, mas muito úteis - no vídeo acima.

10 comentários:

Anônimo disse...

NOOOOOSSSA SI!!!!
ADOREI!!
DÉIA

Anônimo disse...

Quero aproveitar esse espaço (embora mudando de pato para ganso) para postar a resposta do TJ de SP ao CNJ sobre a questão do concurso de oficiais de justiça:

"Em atenção à solicitação contida no Procedimento de
Controle Administrativo 200810000024095, formulado pela ASSOCIAÇÃO DOS OFICiAIS DE JUSTiÇA DO ESTADO DE sAO PAULO - AOJESP, de ordem do Senhor Desembargador Presidente informo a Vossa Excelência que existem 4.025 cargos vagos de Oficial de Justiça no Quadro do Tribunal de Justiça, esclarecendo que diante das modificações na legislação processual, que possibilita o maior uso de vias alternativas para a intimação e citação das partes e testemunhas, não há necessidade do preenchimento total das vagas existentes.
Outrossim, informo que o Tribunal de Justiça está
providenciando a abertura de concurso da categoria.para todas as Comarcas do
Estado em data próxima, a fim de atender a demanda existente e dispensar os
Oficiais de Justiça "Ad-Hoc".
Finalmente, informo que este Tribunal está
estudando a transformação de parte dos cargos vagos de Oficial de .Justiça na
categoria de Escrevente Técnico Judiciário, em face da insuficiência de vagas para atender as necessidades atuais, apesar da informatização existente nos cartórios."

O texto na íntegra está no site a AOJESP ...
Talvez seja interessante publicar essa notícia ...
Ass. Fábio.

Renata disse...

Gostei muito das dicas da Simone. Nós, concurseiros, precisamos estar sempre bem informados, ler bastante e criar o hábito de escrever. Simone, muito obrigada.

Prof. Douglas, estou com dúvidas sobre a escolha do cargo. Posso prestar para técnico e para analista, o pessoal da sala disse que analista é menos concorrido :S ... enfim ... A minha dúvida é: É possível que a FCC cancele minha inscrição se eu me inscrever para dois cargos?

Abraço,

Renata - Turma Nov/08 - SJC

Anônimo disse...

Simone,adorei as dicas e o vídeo.Você e o professor Douglas fazem um trabalho excelente!
Parabéns
Sônia - PCI

Anônimo disse...

Simone,ouvi dizer que vc anda tirando dúvidas do pessoal por e-mail.Posso mandar um pra vc?Meu nome é Cláudia e meu e-mail é:
cbaracho@yahoo.com.br
Gosti muito das 11 dicas!

Anônimo disse...

Simone,
Quando voce foi embora pra Ubatuba,eu achei que ia esquecer da gente por aqui,mas pelo contrário,continua se preocupando em ajudar a gente.
Você serve de exemplo pra muitos egoístas e individualistas que existem por aí.
Douglas,você tem uma parceira muito dez no seu blog!!
Rosângela

Camisa 9 disse...

Sih!

Tem de colocar TÍTULO NA REDAÇÃO?
E ASSINAR?

Éric :D

Anônimo disse...

Gostei de tudo.Só que pra mim vai cem mil anos pra conseguir pegar o jeito dessa mardita da redação.Snif..
rsrsrsrsrsrs

Anônimo disse...

Simone e Douglas, tem que colocar título e assinar a redação??OU não?
Minha dúvida tb.
Abraço,
Gostei das dicas!
A.

Adriana disse...

Olá Simone!
Excelente o vídeo que vc escolheu, gostei muito também das instruções e explicações de modo geral.
Uma dica boa também caso alguém se interesse, é estudar por livro de terceiro colegial ou cursinho, específicos para dissertação, são muito bons, inclusive interpretação de texto já estudei por eles, a matéria de Português que cai nos concursos, tbém já estudei por eles e são perfeitos, passei a acertar muitas questões de prova por ter treinado nesses livros.
Mas tbém tenho a mesma dúvida do pessoal... quanto ao título, se é opcional e pula-se uma linha?..
Ouvi dizer que é opcional, se a banca não exigir...
Vc poderia sanar esta dúvida para nós?? Grata. Abração.