segunda-feira, 1 de junho de 2009

COLUNA DA SIMONE

OFICIAL DE JUSTIÇA X TRT 15

Imagine a seguinte situação hipotética: Você está se preparando para o concurso do TRT da 15ª região, então elabora seu plano de estudo, divide as matérias por períodos ou dias da semana, e, no instante em que começa a dominar o conteúdo exigido, sai o edital do concurso para Oficial de Justiça. E agora?

Essa dúvida, com certeza, irá habitar a cabeça de muitos colegas concurseiros, que, apesar da possibilidade de prestarem os dois concursos, dificilmente terão tempo hábil para se preparar para ambos, tendo que escolher para qual irá estudar, e contar com a sorte no outro.

Vamos destacar, então, alguns itens necessários para nos ajudar nesta escolha:

SALÁRIO: O salário do Oficial de Justiça possivelmente será superior ao do técnico do
TRT, pois as diligências aumentam bastante seu valor final.

HORÁRIO: Eu considero este item essencial para quem tem filhos pequenos, como eu. A flexibilidade de horário nos permite estar mais tempo ao lado deles, levá-los a diversos locais, almoçar em casa, vê-los crescer. Não podemos nunca nos esquecer de nossos valores, daquilo que nos é mais importante na vida.

TRANQÜILIDADE: Agora é a vez do técnico...rsrs. Depois de seis meses trabalhando no Fórum, e acompanhar a rotina dos Oficiais de Promotoria, Escreventes e Oficiais de Justiça, posso garantir que a rotina dos últimos não é nada tranqüila. Muitas vezes as diligências são em locais distantes e de difícil acesso, algumas pessoas intimadas não os recebem de forma “educada”, proferindo palavrões ou fazendo ameaças, e, ao contrário do que se pensa, a polícia não está sempre à disposição do oficial para acompanhá-lo.

ESFERA: A esfera federal, sem sombra de dúvida, em vários aspectos, é superior à estadual, fazendo o concurso do TRT ganhar pontos.

Com certeza outros fatores pesam, como local de trabalho, número de vagas, enfim, cada um sabe onde aperta o calo, não é mesmo?

O grande conselho que deixo a todos é que, quando sair o edital, não se precipitem em suas decisões. Parem um dia para pensar, pois nessa hora estarão decidindo suas vidas, escolhendo o melhor caminho.

E não se enganem achando que apenas em determinados momentos estão decidindo ou escolhendo algo. Estamos constantemente mudando e traçando rotas, e, se nossas vidas hoje estão como estão, é exclusivamente devido às escolhas que fizemos no passado. Pensem nisso e boa sorte a todos.

Grande abraço,

Simone Hartmann

* proibida a reprodução, sem autorização expressa

7 comentários:

Raquel Solitária disse...

A vida dos concurseiros não é nada fácil. Decidir sobre dois cargos igualmente atraentes é super difícil. Eu mesma já passei por situação semelhante. Isso é algo muito complicado para lidar. Não sei se fiz a melhor escolha quando ocorreu comigo, mas é a que me deixará mais feliz.

Raquel Monteiro

Anônimo disse...

É isso aí,Si!!
Adorei as dicas.Você continua the best!!
Déia

Anônimo disse...

SIMONE,VOCE TEM DICERNIMENTO DAS COISAS E ISSO É MUITO LEGAL.PARABÉNS E MUITO OBRIGADO PELAS DICAS.
PAULO

Anônimo disse...

Concordo com vc,Raquel.Tem hora que a gente precisa decidir.eu vou de OJ!!!

Anônimo disse...

simone e Douglas,vcs tem certeza que vai sair mesmo o Oficial de justiça?

Anônimo disse...

Simone,adorei seu post.Realmente essa dúvida vai bater mesmo!
Parabéns de novo.

Anônimo disse...

Professor,o senhor poderia expor esses pontos que a Simone colocou em sua palestra de quarta-feira,que por sinal eu vou?Seria ótimo,pois varios de nós irá prestar os dois concursos se sair o de OJ e os argumentos dela são superválidos.
Fernando