terça-feira, 26 de janeiro de 2010

AOS NOMEADOS DO TJSP - ESCREVENTE - PARTE II

O TÃO ESPERADO DIA DA POSSE!!!




Olá amigos, concurseiros, leitores assíduos do blog e professor! Demorei, mas finalmente estou escrevendo. Peço perdão pela demora em escrever, haja vista estar ainda me adaptando com os horários e a correria diária, mas não podia deixar de lhes contar a emoção e o desenrolar do dia da posse.



Acordei inspirada e eufórica para ir até São Paulo finalmente concretizar o tão sonhado preenchimento do cargo e saber onde eu iria trabalhar. Senti que o dia seria diferente. Acordei cedo, 5 hs da manhã, para poder pegar o ônibus as 6 hs. Cheguei na Consolação, em frente ao RH, por volta das 8 hs, estava tão ansiosa que cheguei a passar mal de nervoso. As 9hs as funcionárias do RH começaram a recolher os documentos que faltavam ser entregues, enquanto o resto das pessoas que estavam com toda documentação ok eram encaminhadas para o andar superior. Após todos estarem no andar superior fomos encaminhados para uma sala, onde assistimos várias palestras de integração. As palestras foram informativas, nos atualizando da composição do Tribunal, do serviço básico efetuado nos cartórios das duas áreas: cível e criminal, do salário e benefícios, bem como do modo a se portar com as pessoas em atendimento e vestimenta.



As palestras duraram o dia todo, exceto pelas paradinhas para o coffee break e para o almoço. Por volta das 17 hs deu-se início à posse, efetivamente. A turma foi divida em dois, uma parte foi para o andar abaixo e a outra permaneceu na sala. Eu permaneci na sala, e lá os funcionários iam chamando de dois em dois para se dirigirem à sala ao lado e assinar os papéis. Conforme as pessoas iam se empossando, voltavam na sala para nos contar para onde tinham sido lotados. As pessoas que entregaram ofícios, tiveram os mesmos atendidos, ou melhor, não tomei ciência de ninguém que não tivesse sido atendido.



Até que por volta das 17:45hs foi a minha vez. Na sala ao lado foi me apresentado uns papéis para assinar: recebimento da carteira funcional, crachá provisório, da carta indicando o local em que fui lotada, etc. Fiquei tão empolgada com o local a mim destinado (4ª Vara da Família) que na mesma hora, rateei um taxi com um amigo, e fui para o Fórum João Mendes, me dirigi até o Cartório e foi muuuuito bem recebida. Confesso que vi no rosto da minha diretora a decepção quando disse que era do interior (eles ficam assim porque a maioria das pessoas de outra cidade, assim que conseguem permutam, deixando o cartório “na mão” foi a expressão que escutei certo dia, mas não do pessoal desse cartório), mas logo ela deixou isso de lado e disse que estavam precisando muito de funcionários, que haviam pedido à muito tempo e estava agradecida por terem atendido o pedido dela.



Ela logo me apresentou aos meus colegas de trabalho e as dependências do cartório. Fui muito bem recebida por todos. Graças a Deus. Então ela perguntou qual horário seria melhor para eu trabalhar, e após eu responder ela disse que era pra eu retornar no dia seguinte então naquele horário.



Ah importante ressaltar que acabei sendo designada para escrevente de sala pelo Juiz, e atualmente realizo as audiências juntamente com ele e faço as atividades inerentes à sala de audiência. Tem sido muito proveitoso para mim. Ao mesmo tempo, por conta da falta de funcionários, cumulo função com a de escrevente de cartório, mas apenas quando terminei todas as atividades da sala, aí, dou uma força no cartório.



E assim tem sido, todos os dias me levanto as 5 hs, pego o ônibus as 6hs, chego no fórum 8:30, saio as 17hs, pego o ônibus de retorno as 17:20 e chego em casa as 19:30. Meio corrido mas vale a pena. Estou muito feliz com o meu trabalho.



Resumindo: Estou amando trabalhar como escrevente e adorei meus colegas de trabalho. É muito bom! Ainda não recebi meu primeiro salário, mas tenho certeza que vou ficar mais contente ainda. Já fiz muitas amizades, tanto no fórum, quanto com os companheiros de ônibus. O pessoal é muito legal e todos são prestativos.



Enfim, é sabido que “todo esforço é recompensado”, e realmente estou sendo recompensada.



Bem, é isso! Espero ter esclarecido a curiosidade de muitos, assim como eu tinha, e torço para que em breve encontre um de vocês como colega de serviço.



Abraços a todos, especialmente à você Douglas, para quem não me canso de agradecer! Mais uma vez OBRIGADA!



Priscila Sampaio

3 comentários:

Raquel Solitária disse...

Meus parabéns! É muito bom ler o relato de uma vencedora.

Um abraço e bom trabalho,
Raquel Monteiro

Anônimo disse...

Parabéns! Me emocionei lendo seu relato! Logo, logo relato o meu aqui, assim seja em Nome de Jesus!

Camisa 9 disse...

Tirou nossas dúvidas sim e PARABÉNS (atrasado via @rubensbarrichello) rs

Como disse a Rachel, é muito legal ouvir o relato de uma vencedora!