terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Cantinho da Simone

Concurseiros à Beiro de um Ataque de Nervos



Ser concurseiro é uma tarefa bem complicada. Exige muito estudo, esforço e dedicação que, por vezes, nos tiram do sério, e ficamos à beira de um real ataque de nervos. Todos nós, seres humanos que somos, estamos sujeitos a esses picos de desespero, porém, o modo como lidamos com esse sofrimento é que nos diferencia.



Algumas pessoas, de tão desesperadas, atacam os outros para se defender de seus próprios sentimentos de derrota e frustração. Elas precisam culpar algo ou alguém e, na maioria das vezes, acabam por agredir justamente quem as tenta ajudar.



O concurseiro que se encontra nesta situação sempre encontra um culpado por seu desempenho ruim em um concurso. Pode ser o professor que não ensinou direito, o colega que atrapalhou, os filhos que não deixaram estudar, a sogra, a dor de dente, enfim, sempre há uma desculpa para o fracasso pessoal.



A melhor defesa, definitivamente, não é o ataque, no mundo dos concursos. O único ataque que o concurseiro deve fazer é aos livros, uma vez que seu único inimigo é ele mesmo, e o sofrimento da derrota será apenas dele, mesmo que culpe o mundo.



Ninguém disse que seria fácil percorrer a longa estrada dos concursos públicos, e é exatamente por isso que devemos pedir ajuda quando necessitarmos, respeitar e ouvir os conselhos daqueles que já trilharam o caminho que estamos percorrendo agora, e, principalmente, parar de agredir e culpar a todos por nossa angústia.



Derrotas fazem parte da vida. Vitórias também. Depende de você decidir qual predominará.



Abraço,



Simone Hartmann

7 comentários:

Bosco disse...

Bom Dia SIMONE.

Parabéns pelo comentário certas pessoas deveriam estudar mais ao invés de ficar colocando a culpa na nos outros.

Kátia Ito disse...

Muito bem colacadas as suas palavras, Simone...
Deus nos capacita mas temos que fazer a nossa parte que é estudar e perseverar.
Há tempo para todas as coisas: preparar a terra, adubar, plantar e colher...
Uns colherão mais rápido que outros mas isso não quer dizer que não chegará sua vez ou que vc foi "esquecido" por Deus, apenas não é o tempo certo Dele na sua vida.
E nesse momento tão decisivo e importante nas nossas vidas temos que ter humildade pra receber a ajuda de onde vier e sermos gratos por isso.
E vamos seguir lutando porque o dia da vitória chegará e aí veremos que valeu a pena.
Abraços a todos...

Anônimo disse...

com o passar dos anos e prestando concursos, estou aprendendo a controlar mais a ansiedade e ser menos injusta com as pessoas que me cercam, afinal, a vida não pára pra gente ser concurseira... Concurso público foi a maior lição de paciência que já tive em toda a minha vida.rs Aprender é sempre bom, mas o que quero mesmo é ser nomeadaaaaaaaaaa bjs, farelli.

Raquel Solitária disse...

Simone, sábias e precisas palavras!
A gente precisa de humildade para recorrer o quanto precisamos caminhar rumo à vitória e não arrumar culpados.

Raquel Monteiro

Anônimo disse...

Que venha logo outro concurso como o TJ-Escrevente, senão o sentimentalismo predominará aqui no Blog!!rs


Brincadeira!rs


Isso que a Simone falou é verdade! Mas só ouvi isso de pessoas que desistiram ou que querem explicar o porquê do fracasso.

Com o decorrer dos anos, aprendi que esse tipo de coisa deve ser ignorada pelo concurseiro. Cara que ocupa a mente com sentimentalismo ou com a opinião alheia deixa de estudar. Quanto mais valor que vc dá a esse tipo de coisa, menos vc aprende o que é necessário. Pode até se preparar para uma prova, mas, provavelmente, não estudará 100%; a não ser que leve longos meses ou anos para concluir um estudo. Isso ainda dependendo do nível do concurso.
Se for concurso de nível médio, até que dá para o cara ser um pouco desequilibrado emocionalmente, porque o conteúdo programático não é tão extenso. Mas, se for para concurso de nível superior, é melhor o cara parar com esses coisas.

Às vezes, a pessoa precisa fazer Terapia, em vez de achar que resolverá os seus problemas em cursinhos, blogs sobre concursos etc.


B.C.

Camisa 9 disse...

Acho que o certo seria como você reage as derrotas e as vitórias...

Ser concurseiro devia ter salário :D!

Amém!

Camisa 9 disse...

Belas e duras palavras B.C.!

Conhece algum terapeuta legal?