quinta-feira, 4 de março de 2010

Coluna do Jerry

A Força do Sonho




Alguém uma vez disse que sonhar seria uma maneira de fugir da realidade que se encontra, vez que as forças para lutar e o medo do fracasso já aterrorizam a pessoa. Independente de quem quer que seja que tenha dito tal pensamento, se famoso ou anônimo, célebre ou desconhecido, peço licença para discordar totalmente.



Muitas, mas muitas vezes ficamos cansados da nossa batalha individual e deveras árdua. Não são poucas as vezes que refletimos, olhando para nós mesmos e nos perguntando: será loucura continuar? Devo prosseguir ou é melhor desistir? Atire a primeira lei seca quem nunca cogitou em tal atitude.



O cansaço nos alcança, seja para aqueles que somente estudam ou para aqueles que além de se prepararem para as provas trabalham, têm família, papagaio, periquito, cachorro para cuidar. E como é difícil estudar depois de um longo e, às vezes parecendo interminável, dia de trabalho. Ou, ao contrário, após a sexta, sétima hora de estudo, olhar para aquela quantidade imensa de material e continuar firme.



Quantas vezes a rotina nos pega de jeito e como reiteradamente aquela (rotina) se assemelha a uma pessoa, apontando o dedo para você e dizendo que nada irá mudar, tudo continuará difícil e que você não sairá desta situação que se encontra.



E a vida, não contente com tais fatos, ainda joga a família contra você, a qual começa a cobrar, mesmo você explicando pacientemente que não é rápida a aprovação, que demora a ser convocado, para que eles te compreendam, e nada.



É nessas horas, que você está a ponto de explodir, pegar os livros e fazer uma bela fogueira com os coitados, que você deve se desligar.



APERTE A TECLA OFF DO SEU CÉREBRO!



E voe.



Imagine-se em seu cargo, na sua sala, no seu gabinete, na sua mesa, trabalhando no que deseja muito. Visualize as pessoas falando com você, aquela festa, as suas lágrimas no dia da posse ou simplesmente no silêncio da leitura de seu nome na convocação. Sonhe com o seu automóvel (ao ter que andar a pé ou usar o transporte público); faça como eu: escolha um carro; e quando ele passar por você olhe bem para a marca, o modelo e diga com firmeza: um dia!



A atitude de sonhar não é uma ação covarde ou fugitiva. É uma benção! É a maneira que aquele Ente que nos colocou aqui (seja o acaso ou algum ser divino), criou para que nós, seres humanos e limitados, possamos retirar forças para continuar as nossas batalhas individuais. Aproveite e siga em frente!



Jerry Lima, um Concurseiro Profissional

5 comentários:

Anônimo disse...

Live or Die !!!

Raquel Solitária disse...

Ih, sou a primeira a comentar, rs!
Lindo texto! Adorei o trocadilho: "atire a primeira lei seca". Cuidado porque pode machucar. Se for um Vade Mecum então...HAUHAUAUHAu.

Raquel Monteiro

Kátia Ito disse...

Parabéns pelo texto, Jerry!
Você tem total razão quando diz que os sonhos nos impulsionam e não nos deixam desistir dessa caminhada.
E eu creio que Deus tem reservado para nós, algo muito maior e melhor que aquilo que sonhamos e imaginamos.
Um grande abraço,
Kátia.

Anônimo disse...

Obrigado pessoal! Que bom que gostaram do texto! É isso aí! Vamos q vamos, rumo aos nossos sonhos!

Jerry Lima

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e