quarta-feira, 21 de abril de 2010

Novela da Aprovação: o que acontece depois da nomeação/admissão.

Olá amigos concurseiros!!! Semana passada contei pra vocês a minha trajetória como concurseira, até o momento que vi meu nome no Diário Oficial. Não preciso nem dizer que foi só alegria, mas o que acontece depois?



Aqui começa outra novela.



No dia da publicação no Diário Oficial da minha admissão como escrevente, acordei tarde, dez da manhã. Estranhamente me permiti ficar na cama. Meu “namorido” acorda regularmente nesse horário, já que ele só entra no Ministério Público Federal, onde é analista, às onze da manhã. Eu acordo sete e meia, oito horas. Levantei junto com ele, ele pro banho, eu, sonolenta ainda, pro computador.



Acessei meus e-mails e entrei no fórum de concursos que eu frequento, pra ver se havia postagens com alguma novidade. O fórum estava de ponta-cabeça: com as postagens mais recentes primeiro e as mais antigas depois. Comecei a tremer ao ler a a primeira: Parabéns galera, agora é começar a correr atrás da documentação. Depois li a anterior: quais os exames que precisam ser feitos? Nisso meu coração disparou. Comecei a descer a barra de rolagens rapidamente até chegar na extraordinária notícia: Zerou, zerou a lista!!! Todos os 213 aprovados no concurso para escrevente do Tribunal de Justiça da Capital foram admitidos!!! Finalmente chegou nossa vez!!!



Surtei. Comecei a gritar como maluca: UUUUUUUHHHUUUUUUUUUUUUUUU!!!UUUHHHUUUUUUUUUUUU... Meu filho-cão começou a pular em mim sem entender nada, mas compartilhando a mesma alegria. Meu “namorido” saiu do banho assustado, preocupado com a minha gritaria. E eu histérica, sem conseguir me conter, nem explicar. Deixei-o em pânico, até que eu o puxei pra frente do computador e mostrei: Olha, meu nome saiu no Diário Oficial. Ganhei um abraço, parabéns e uma frase pra reflexão: “É, a primeira nomeação a gente nunca esquece...”



Tudo bem que no meu caso não foi nomeação, foi admissão (Lei 500 - mas isso é assunto pra outro post), mas a emoção foi tamanha, que liguei para uma amiga vir me ajudar na romaria atrás da documentação, simplesmente porque não conseguia parar de tremer. Liguei pra família, chorei, liguei pros amigos, gritei pela janela, tomei um bom banho e...comecei a colocar a cabeça no lugar.



Quando minha amiga chegou já estava calma, apesar de estupidamente feliz, com a lista da documentação necessária em mãos, os exames que já havia feito, tudo numa pasta, pronta pra sair.



Galera, aí começa a correria, exames médicos pra fazer, certidões pra pedir, documentos que nem sempre temos em mãos para juntar. Eu como sou ansiosa, já estava com quase tudo pronto. Já tinha a lista de exames e documentos a muito tempo. Explico: como eu já disse, frequento, desde a homologação do concurso, um site com fórum de discussão sobre o tema, e a cada leva de nomeações/admissões, acompanhava o processo dos nomeados/admitidos, os pedidos de certidões, quanto tempo levava pra ficar pronto, os documentos exigidos, originais e cópias, os exames médicos e o prazo de validade de cada um, as angustias com o resultado do laudo do perito, tudo, absolutamente tudo que precisa ser feito pra se tomar posse.



Só um parenteses: em momento algum eu duvidei da minha admissão, sabia que ia demorar, mas tinha isso como certo! Mesmo quando alguém me dizia que poderia ser que não chamassem todos os habilitados, mesmo assim eu não dava bola. Tá, eu sei, chego a ser boba de tão otimista, mas prefiro ser assim a ficar sofrendo esperando o pior.



Bom, como a admissão era certa (ao menos na minha cabeça sempre foi!), e eu achava que viria entre o dia trinta de março e quinze de abril, no dia dezesseis de março, fui a um hospital do SUS. lLista de exames em mãos, passei por um plantonista do “PS”, disse que tinha passado no concurso e que precisava de requisição de todos aqueles exames, alguns com laudo, inclusive. O plantonista fez o pedido de todos, e olha que a lista era grande, e realizei os de sangue e de urina no próprio hospital. Ficaram prontos em duas horas. Tudo de graça( a “espertona” aqui não tem plano de saúde, nem grana pra gastar com médico particular). Quer dizer, de graça mesmo, só os de sangue e urina, os demais (aqueles que tem que ter laudo) fiz numa rede de laboratórios que tem uma “tabela popular”- bem, nem tão popular assim, mas parcela em até cinco vezes no cartão. Fiz raio X de torax, eletrocardiograma, colposcopia e colpocitologia (vulgo Papa Nicolau) e até mamografia. Depois confirmei que a mamografia só era necessária pras mulheres maiores de 40 anos. Todos os exames ficaram prontos em três dias.



Então não precisa de afobação, tudo acaba ficando pronto no prazo. Eu que sou ansiosa e gosto de fazer tudo antes. E vocês devem estar se perguntando: de que eu ainda precisava ir atrás? Faltava tirar xerox dos meus documentos originais, tirar fotos, pegar certidões que ainda não tinham ficado prontas. E nesse ponto das certidões, fica a dica: O TJ exige Certidões dos Distribuidores Criminais e de Execuções Criminais. São bem simples, e se você der sorte de pegar um servidor gente boa, sua certidão sai na hora. Senão, e foi esse o meu caso, a certidão demora cinco dias úteis pra ficar pronta, ou mais que isso. As minhas demoraram oito.



Aprontei tudo que faltava, e no fim da tarde estava eu lá no “RH do TJ”. Detalhe: como eu compareci no dia da admissão, eles não ficaram com nenhum dos meus documentos, disseram que só estariam aceitando a partir do dia seguinte. Mas, quer saber? Foi bom. A servidora que me atendeu no RH, fez a gentileza de conferir se a minha documentação estava toda em ordem e me informou que ainda não estavam liberando as guias para o agendamento da perícia médica no “DPME”. Não peguei fila, não esperei, fui super bem atendida, e tranquila que os documento e exames estavam todos em ordem, só retornei dois dias depois, assim que me informei por telefone que as guias com o agendamento da perícia médica já estavam sendo liberadas.



Amanhã vou fazer a perícia. Tô um pouco ansiosa (só pra variar), mas tenho certeza que vai dar tudo certo. Vou chegar bem cedo, antes do “DPME” abrir. Depois eu conto pra vocês como foi. Apesar de parecer uma novela toda essa correria atrás de documentos, exames, certidões, garanto a vocês, nunca tive tanto prazer em me preparar pra algo como estou tendo nessa preparação para posse.



Saudações concurseiras,

Karina Palacio Cunha

10 comentários:

Paula disse...

Karina, mais uma vez: parabéns!
Será que você poderia numa outra oportunidade colocar a lista de documentos e exames exigidos? Você sabe me dizer qual a validade do preventivo (papa nicolau)? Quando faço na médica demora uns 15 dias a chegar o resultado do laboratório, por isso gostaria de saber com quanto tempo de antecedência á nomeação/admissão podemos fazer.
Obrigada!

Karinapc disse...

Oi Paula,
Vou verificar a validade do papa nicolau e encaixar a lista de documentos, tudo no próximo post. Estou no interior até domingo e não tenho essas informações aqui. Terça-feira sua resposta estará no ar. Beijos e obrigada pelo carinho.

Anônimo disse...

karina,quero te dar meus PARABÉNS!!!Hoje li sua história e até me encheu os olhos de lágrimas,só de pensar em como será quando for minha vez.
Desejo a você tudo de muito bom e que Deus sempre esteja em seu caminho.

Paula disse...

Muito obrigada, Karina!

Beijoss!!! Bom final de semana!!!

Anônimo disse...

Te perguntaram algo sobre tendinite???

Karinapc disse...

Não, nada sobre tendinite...

Anônimo disse...

Karina

Vc não sabe como me deixou feliz, pois tive tendinite e já fiquei afastada pelo INSS. Hoje estou bem, mas como vão saber? Será que eles olham a carteira de trabalho para procurar alguma coisa do tipo?

Karinapc disse...

Olha, nem me pediram a carteira de trabalho...
A não ser que você chegue no clínico em crise de tendinite, ou com alguma atrofia ou sinal aparente, ninguém vai saber se você não contar. Tinha muitas perguntas sobre doenças no questionário de admissão, mas não me lembro de ter respondido nada sobre tendinite.Ah, acho que perguntam se você já ficou afastada pelo INSS, mas não acho que alguém vá atrás pra investigar sua vida...

Anônimo disse...

Olá Karina! Td bem?

Gostaria de saber se vc fez laringoscopia.

Rocha Mattos disse...

Olá Anônimo, não, não foi necessário fazer laringoscopia... No post do dia 27/04, eu falo sobre todos os exames apresentados... Dá uma conferida lá. Abraços