segunda-feira, 5 de abril de 2010

Raquel Monteiro

Planejamento de estudos






No meio de fevereiro, o professor Douglas me lançou um desafio: escrever sobre como planejar meus estudos para concursos. Fiquei matutando, matutando e vamos ver se eu consigo contribuir com algo que seja útil para nossos queridos leitores.



Primeiramente, devo destacar que eu não sou um bom exemplo para isso, pois meu modo de estudar é muito caótico. Além do mais, eu vou me formatando por meio do método "tentativa-erro-diagnóstico-correção".



Eu comecei a fazer uma contagem de páginas totais para ler até a época da prova. Pegava tudo aquilo que precisava ler, calculava pelo dias que eu teria pela frente. Para pessoas extremamente organizadas isso funciona maravilhosamente. Para mim não funcionou. Eu ficava sempre preocupada com aquele volume de leitura e me sentia agoniada à medida em que o dia ia passando e eu não conseguia evoluir em alguma matéria mais complexa. Resultado: eu no primeiro dia do planejamento já ficava em dívida para o dia seguinte. A sensação que ficava era muito ruim.



Depois, pensei em estudar 50 minutos cada matéria e parar por 10 minutos. Depois trocava de matéria. Eu fiquei um tempo nessa técnica, mas a abandonei porque nem todo conteúdo tem o mesmo volume de leitura e mesma complexidade. Além disso, eu enjoava de ficar muito tempo vendo os mesmos assuntos. A vantagem era que não precisava ficar fazendo grandes revisões, pois eu havia visto a matéria no dia anterior. Enfim, abandonei a contagem de páginas e resolvi dar o melhor de mim: eu me ocuparia o tempo todo que tivesse em prol desse objetivo.



Atualmente, diante das minhas novas necessidades, eu tenho estudado por grupo de 5 páginas. Algumas disciplinas maiores, têm me feito ler 10 páginas de alguns livros durante a semana. Isso está me dando mais tranquilidade, mas não sei ainda o que dizer...preciso dar mais tempo para verificar a eficácia do método.



Só sei que, nesse tempo todo de estudo, descobri que minha memorização visual é muito eficiente, o que me faz procurar estudar por materiais coloridos. Eu percebi que estudar ouvindo aulas não era para mim.



O que é mais importante nisso tudo que eu falei? De acordo com o que ando lendo na internet e com o que venho conversando com os concurseiros bem sucedidos, cada método de estudo é muito pessoal. Além disso, deve-se adaptar sempre a técnica à sua realidade de tempo, nível de conhecimento e estilo de vida. O que eu sugiro? Procure se conhecer e descubra como você aprende melhor!



Agora, vamos a um vídeo sugerido pela leitora Kátia Ito: http://www.youtube.com/watch?v=HSH6laeR_5Q



Atenção, leitores. Adoraria ler mais comentários aos textos. A participação de vocês é muito importante para ter novas ideias de artigos novos.



Raquel Monteiro - advogada e concurseira no RJ.

4 comentários:

Kátia Ito disse...

Raquel, minha querida!!! Como foi seu feriado? Produtivo? O meu nem tanto...
Agora que acabei de ler seu texto, me animei um pouco. Vejo que você apesar de ser uma concurseira de longa data, ainda tem suas dificuldades de encontrar o método ideal de estudo...Eu como concurseira novata que sou, estou sempre atenta a novas dicas principalmente de pessoas sérias e dedicadas como você.
Ah, obrigada por ter colocado o link para o vídeo que sugeri a vc outro dia. Fiquei muito feliz em contribuir para sua coluna.
Assim que puder darei mais sugestões.
Beijos e uma semana abençoada em todos os sentidos, principalmente nos estudos!!!

Raquel Solitária disse...

Obrigada, Kátia!
Sou uma pessoa comum, como você é. Temos diversos problemas de método, mas o importante é buscar a solução.

Um abraço,
Raquel Monteiro

Andréia Carvalho disse...

Raquel você é d+ ! obrigada por deixar sua mensagem POSITIVA e dividir suas EXPERIÊNCIAS.

Raquel Solitária disse...

Obrigada, Andréia!