sábado, 12 de junho de 2010

Mudança...!

Meus amigos,

Estou aqui pensando no(a) aluno(a) que quer passar no próximo concurso. Pode estar matriculado em um cursinho, pode ter comprado uma apostila, mas não estuda!

Vai passar? Provavelmente, não!


Não se pode olvidar: a esperança nem sempre é a última que morre, como se diz por aí, mas, muitas vezes, a primeira que ilude! É preciso muito cuidado.


Dá pra mudar isso? Claro... Agora é a hora! Difícil é sair da inércia, mas quem nunca ouviu: "uma maratona começa com o primeiro passo."

Vamos mudar? Conte-me a sua história. O que acontece, aconteceu ou está acontecendo; o que atrapalha, dificulta ou impede os seus estudos?

Deixem seus comentários!

10 comentários:

Anônimo disse...

Adorei o novo blog !!! A nova cor!!
Pena que nem todos tenham um companheiro compreensivo e concurseiro....como eu...
Mas minha opinião que importa...eu vou conseguir, independente de quem ou se alguém estiver ao meu lado....pq da minha vida e de mim só eu posso cuidar. No meu sonho ninguém mexe.....Se Deus quiser uma vaga para tribunal ainda será minha!! Abraços.

Anônimo disse...

Tenho medo de se realmente pegar firme dos estudos, isso acabe atrapalhando meu namoro, pois não sobraria muito tempo para isso.
Sei que parece besteira, mas não é toda hora que encontramos um homem que realmente é companheiro, carinhoso e sincero.
Tenho medo de ter que perder ele para conseguir passar em um concurso.

Raquel Solitária disse...

Eu ainda não tenho uma hisória para contar, pois a minha ainda está sendo escrita. Entretanto, tenho a seguinte contribuição: mais difícil que continuar a maratona é começá-la. Então, se começar a estudar, não pense em parar porque a volta é mais difícil. Continuar é mais fácil!

Um grande abraço!
Raquel Monteiro

Anônimo disse...

Namoro e estudos não é uma combinação tão simples como muitos pitam. É preciso doses cavalares e extras, muitas vezes, de paciência e tolerância. Mas tudo tem limite. Uma hora não dá mais!!!

Anônimo disse...

Eu estou tentando equilibrar trabalho(já sou func. pública), mãe, esposa, dona de casa, e concurseira. Tive várias aprovações. Porém, nenhuma boa o suficiente para ser chamada. Quero sair das listas dos classificados e subir para os primeiros colocados...aí que está o problema. Tive problemas de saude e está difícil voltar ao ritmo anterior....Recomeçar é sempre mais difícil!

Anônimo disse...

É difícil passar nessas condições, mesmo!
Quem estuda mais ou menos, bate na "trave", fica como excedente, mas bem lonnnge. Fica no quase (mas aquele quase de ficar entre os últimos excedentes que provavelmente serão convocados).


Bem! Eu tbm sou um estudante muito desleixado. Aliás, não me considero estudante nem concurseiro. Mas isso tem que mudar.

Já fui servidor, mas municipal. Com um cargo que não ultrapassava os 1550 de salário. Mas, por ser de nível médio e de município, era um bom salário.

Voltei a ficar desempregado, recentemente. Perseguição, mas bola pra frente.


O que me atrapalha é:

- Gente besta que acha que ninguém honesto e pobre passa em concurso público.

- Hábito de conversar com os amigos, zoar e conhecer gente nova na internet.

- Exploração de material adulto.

Só!
A consequência é uma mente fechada para o estudo. Quando há tentativa de estudar, surge uma angústia para fazer outras coisas (aquelas já mencionadas), aí a concentração vai a zero e tudo que é ligo não é compreendido nem armazenado na mente. É um esquecimento instantâneo e impossibilidade de fazer interpretação, pois as palavras de uma frase são esquecidas.


Mas tudo isso pode mudar com uma alteração do hábito. Sua mente se condiciona a fazer outras coisas.
Bem! Eu falo da minha, pois é uma experiência pessoal.
Quando eu estava trabalhando, eu estava insuscetível de me abalar com fatores externos (comentários idiotas e etc.), dava para estudar bem. Era sentar e estudar.
Agora f**** tudo. Voltei a ser um medíocre que se importa com a opinião dos outros. Com certeza, é a baixa auto-estima que me deixa tão vulnerável assim.

Penso em pegar uma grana que peguei emprestada de um banco e ir para bem longe. Pagar aluguel de uma casinha, enquanto estudo sossegado, em paz. Mas tem que ser rápido, porque a grana não vai durar muito.

Sei lá o que faço. Mas tamo aí



B.C.

Anônimo disse...

É realmente a vida de concurseiro não é fácil. E fica mais difícil ainda quando voce está prestes a perder seu emprego e não a menor previsão de conseguir outra coisa. Somando a isso a dificuldade financeira em sua casa aumentando mais ainda a pressão de conseguir logo alguma coisa. A unica coisa que salva é o amor e apoio da família. Ah se não fosse isso... Mesmo com tudo isso a cada dia que acordo me enche de esperança e coragem para continuar tentando e não desistir. No momento não estou fazendo cursinho, mas estou estudando para conseguir bolsa, eu vou voltar. Não parei de estudar em casa e assim vou continuar. E para quem passa dificuldades, como eu, força galera!! Muita perseverança, persistência, coragem e principalmente muito estudo. Para quem não desiste a aprovação pode até demorar um pouco, mas chega!
Abraços

Anônimo disse...

A inspiração maior precisa vir de dentro, caso contrário dependerá sempre do apoio alheio, o que não é ruim, mas deve ser apenas uma parte, o principal tem que vir de você.

M disse...

Boa noite!!É dificil conciliar casa,filho ,marido,amigos,e ao mesmo tempo estudar ,mas estou tentando,mesmo que para isso tenha que sacrificar muita coisa.Alguns amigos até se chateiam pois nunca vou em nada que me chamam,não atendo o tel muitas vezes para não atrapalhar,mas se eu ficar sem dinheiro com certeza ninguém vai vir pagar minhas contas então...vou estudar.

Anônimo disse...

não consigo estudar!sempre tem algo que me atrapalha,se não é o computador e outras coisas e quando vou estudar pra valer não consigo prestar a atenção,como quando vou ler e dali a pouco já perdo a concentração por pensar em outras coisas que poderia tar fazendo, e sempre nem sei por onde começar!
abraço