domingo, 4 de setembro de 2011

PROVA PRÁTICA - RELATOS

Já temos os primeiros comentários sobre a prova prática do Oficial de Promotoria do Ministério Público de São Paulo - MPSP:

- A prova é muito fácil; extremamente fácil; 80% das pessoas vai gabaritar;

- Foram 16 minutos corridos para digitar e formatar;

- O programa parece um word antigo e simples; os itens de formatação estavam todos dentro do menu "arquivo" + "configurar página" ou no menu "formatar" + "fonte" ou "parágrafo";

- O texto era simples sem caracteres especiais;

- digita-se o texto e depois formata-se o próprio texto digitado, de forma que, com o tempo de 16 minutos corridos, teoricamente, é possível usar 15 minutos para a digitação e 1 para a formatação; ou vice-versa, a sua escolha...

- tem mouse;


- pôde usar régua;


- pôde corrigir tudo, usar backspace, etc...

E você, caro amigo? Deixe seu relato sobre a prova prática nos comentários abaixo:

"Prova super fácil. Deu tempo de digitar, formatar e reler o texto. Tranquilíssima. Muita gente deve gabaritar, mas não acho que chega a 80%. Na minha sala (com uns 12 PCs) pelo menos umas três pessoas alegaram que tinham perdido texto, não tinham conseguido terminar ou que o texto tinha travado. E vi claramente que uma quarta pessoa tinha alinhado o texto de froma errada. Os outros não sei como foram. Eu apostaria em 30% gabaritando. O melhor negócio que fiz: comprar a apostila do professor Douglas. Ajudou muito! Quem estudou por ali se deu bem."

"horário marcado: 08h30; horário do encerramento: 10h45; configurar página (margem superior, inferior, direita, esquerda, medianiz); parágrafo recuo direita - esquerda - parágrafo antes e depois - entrelinhas 1,5; fontes times, 12; tem mouse; o texto era pequeno; a apostila ajudou bem..."

59 comentários:

Anônimo disse...

Prova super fácil. Deu tempo de digitar, formatar e reler o texto. Tranquilíssima. Muita gente deve gabaritar, mas não acho que chega a 80%. Na minha sala (com uns 12 PCs) pelo menos umas três pessoas alegaram que tinham perdido texto, não tinham conseguido terminar ou que o texto tinha travado. E vi claramente que uma quarta pessoa tinha alinhado o texto de froma errada. Os outros não sei como foram. Eu apostaria em 30% gabaritando.
O melhor negócio que fiz: comprar a apostila do professor Douglas. Ajudou muito! Quem estudou por ali se deu bem.

Anônimo disse...

Deixaram usar régua?

Anônimo disse...

A minha pergunta é: Mesmo sendo um tempo corrido de 16 minutos, é possível que seja uma "pegadinha" da banca? Já que o edital deixa expressa orientação de que serão 11 minutos para digitação e 5 para formatação.
Exemplo: um candidato ultrapassa o tempo normal de digitação (digamos 13 minutos). O texto que ultrapassou os 11 minutos não pode ser considerado erro?
Peço desculpa pela dúvida idiota, mas acredito ser uma interpretação lógica do edital.

Anônimo disse...

Pode corrigir o texto se fizer algum erro de digitação, ou o backspace é considerado erro? Ou seja, se eu digitar uma letra errada, apagar e digitar a certa, é considerado erro? pode fazer isso?

Professor Douglas disse...

Parece que não é pegadinha da banca não... pode fazer sim... pelo que disse quem já fez a prova não há problemas no tempo ou nas teclas...

Anônimo disse...

estão dizendo em outro forum que o software não funciona direito, que a formatação não é aceita pelo texto, ou seja, mesmo formatando o texto não muda; estão falando barbaridades que, se forem verdade, a prova será cancelada! Alguem sabe algo sobre isso?

Bruna Wada disse...

Olá professor, fiz a prova do primeiro horário em campinas, deu a maior brina na minha turma.
O programa é uma porcaria. voc~e faz a formatação, mas ela não aparece na tela, só vai aparecer a hora que ele imprimem os textos.
Teve gente chorando e brigando muito na minha turma. Achei o texto bem fácil, falava sobre uma cidade chamada Juarez do Norte, disseram que todas as turmas vão digitar o mesmo texto.
A orientação na minha turma foi que a formatação deveria ser feita primeiro e logo em seguida começar a formtação, mas que depois de decorridos os primeiros 5 minutos, o programa não aceitaria mais formatação.
Bruna Wada

Anônimo disse...

O meu horário da prova era 10:30h, mas só iniciou 12:30h, ou seja, a IBFC escorregou feio. Um fiscal ou coordenador veio se explicar para a turma e disse que tiveram problema com a impressão dos textos, pois colocaram umas 12 pessoas numa sala com uma impressora que não tinha uma capacidade de impressão rápida. Houve despreparo deles. O que mais me chocou foi que eles passaram por cima do edital, que era 11 para digitar e 5 para formatar e lá foi considerado o tempo total de 16 minutos. Tinha uma garota na minha sala que estava adorando, pois ela digitada em média 11 min. um texto de 1750 caracteres. Eu fiquei indignada, pois mudar a regra no dia da prova não pode e me prejudicou, pois digito bem e rápido. Sinceramente, uma decepção essa IBFC.

Bruna Wada disse...

Ah, esqueci de dizer que na minha classe não tinham computadores suficientes, 3 meninas tiveram que ser deslocadas para outras classes. Eu consegui digitar e corrigir o texto todo, deu tempo tranquilo. A formatação é super tranquila, não tem como errar, só tem as opções que eles pedem, é só colocar os tamanhos corretos.
Bruna Wada

Anônimo disse...

fiz a prova (capital), começou a desorganização pelo horario, minha prova era para 9:30, so fiz as 11:30, comigo aconteceu de tentar formatar o paragrafo, por os dados e nao sair nada (nao conseguir terminar tudo da formatação, q pena, fora isso meu titulo nao sumiu como muita gente se queixou e nem meu texto desapareceu. mas teve um rapaz da minha sala q teve algum problema q pelo visto iam deixar ele fazer novamente. Nos foruns a discussão esta grande, muitos problemas. Ah, eles avisaram q o tempo de 16 minutos poderia ser usado como quissesse.

Anônimo disse...

Amigos com certeza teremos muita reclamação neste prova. No meu caso não adiantou de nada configurar no menu o alinhamento do texto em justificado. O texto continuou com alinhamento à esquerda. Com várias pessoas da sala ocorreu o mesmo, e somente quando clicaram no atalho é que a configuração foi aceita.Inclusive uma pessoa quando foi tentar alterar esse mesmo erro acabou por perder todo o texto. Programa de digitação muito mal feito e com sérios problemas que ocasionarão perda de pontuação injusta!!! Segundo o fiscal de sala o que valerá é a configuração feita e não como apareceu na tela, o que duvido. Sendo assim, todas as pessoas que saíram prejudicas anotaram na folha impressa as suas considerações. Agora é aguardar pra ver se o que disseram será verdade. Cris...

Anônimo disse...

Esses comentários feitos em outro fórum são verdadeiros. Na região de Campinas a prova foi feita da seguinte forma: primeiro formatava-se conforme o solicitado e depois digitava-se o texto. A formatação, no entanto, não se aplicou ao texto que se digitava, como, por exemplo, o alinhamento justificado. Algumas pessoas, após digitarem, tentaram formatar novamente, sendo que alguns perderam todo o texto digitado, enquanto outros obtiveram êxito. Com o inconformismo de todos, os fiscais procuraram nos acalmar dizendo que a formatação será avaliada independente do texto como foi impresso, e sim conforme foi feita por cada candidato no início da prova. Agora resta a dúvida... eles realmente vão avaliar, através do sistema, a formatação feita durante os 5 minutos iniciais ou quem seguiu as orientações do aplicador, bem como a previsão do edital, sairá em desvantagem em relação aos candidatos que reformataram o texto após digitado?

Anônimo disse...

Realmente ocorreram muitos erros na sala em que fiz a prova! Minha máquina depois que digitei e formatei apagou o título, a primeira e a metade da segunda linha, quando eu vi o que tinha acontecido não deu tempo de corrigir, fui extremamente prejudicada podendo ser desclassificada, uma injustiça!

Fernanda Leite disse...

Achei a prova fácil, o fato de os 16 minutos serem corridos me ajudou bastante, visto que eu estava conseguindo digitar 1750 caracteres em um pouco mais de 11 minutos...
Com relação ao comentário acima, o meu texto não sofreu alteração visual quando o formatei, fiquei preocupada, embora o fiscal já tivesse comentado a esse respeito. Ele disse para não nos preocuparmos caso isso acontecesse, porque as informações digitadas estavam sendo armazenadas...fiquei com receio, acabei formatando a mesma coisa umas 3 vezes, não sei se isso pode me prejudicar...e mesmo assim meu texto não sofreu alteração nenhuma, nem depois de impresso.
Tiveram muitas reclamações...essa prova vai dar muito o que falar...acredito até em anulação.
Um abraço a todos...

Grazy disse...

Foi um fiasco...computadores horriveis, teclado pessimo, não teve tempo pra se familiarizar com aquela porcaria e o programa era um lixo, pois 100% das pessoas da minha turma tiveram problemas com a formatação..todos formataram como havia sido pedido, mas o programa não acatou. Ficou tudo sem estar justificado, a primeira linha não estava com parágrafo e TODOS nós temos certeza que fizemos essas formatações. Ah, outra coisa, o programa sumiu com a primeira linha do texto, e na hora de imprimir, misteriosamente ela aparecia de novo. Assinamos uma lista para a ata para podermos entrar com recurso. Uma PALHAÇADA!!!!!

Nanda Sjc disse...

a prova estava muito simples!
quanto aos problemas, realmente aconteceram. Na minha sala, mais de 50% tiveram o problema do titulo do texto não aparecer na tela e alguns reescreveram. na hora que o texto foi impresso, o título aparecia duas vezes. eu não tive problema algum.
acredito tmb que a prova seja anulada.

Anônimo disse...

Qual fórum esta tendo comentários de que ocorreram erros nos pcs?

Anônimo disse...

Aconteceu comigo. Fiz a prova em São Paulo.
Primeiro:meu horário era às 7 hs, fiz minha prova às 9:15
Segundo: digitação OK

Terceiro: formatação : fiz tudo e depois do OK, não aconteceu NADA. Amanhã vou entrar em contato direto com a comissão de concurso do MP, nem vou perder meu tempo com esse IBFC.
Péssima organização. Os aplicadores das provas estavam perdidos. Isso deixou muita gente nervosa.
Estou revoltadíssima.
Sair de casa de madrugada, para isso?

Anônimo disse...

Amigos com certeza teremos muita reclamação neste prova. No meu caso não adiantou de nada configurar no menu o alinhamento do texto em justificado. O texto continuou com alinhamento à esquerda. Com várias pessoas da sala ocorreu o mesmo, e somente quando clicaram no atalho é que a configuração foi aceita.Inclusive uma pessoa quando foi tentar alterar esse mesmo erro acabou por perder todo o texto. Programa de digitação muito mal feito e com sérios problemas que ocasionarão perda de pontuação injusta!!! Segundo o fiscal de sala o que valerá é a configuração feita e não como apareceu na tela, o que duvido. Sendo assim, todas as pessoas que saíram prejudicas anotaram na folha impressa as suas considerações. Agora é aguardar pra ver se o que disseram será verdade. Cris...

ang.ela disse...

É verdade sobre a formatação. Mesmo formatando o texto não mudava. Na minha sala quase todos assinaram uma lista para reclamação de formatação, por orientação dos fiscais.

Lucas Vieira disse...

A correção do texto será feita pelo LOG do sistema, portanto alguns itens da formatação não aparecem visualmente, mas serão registradas no LOG.

Anônimo disse...

É verdade sobre os problemas de formatação. A gente formatava e o texto não mudava. Na minha sala a maioria assinou uma lista com reclamação sobre a formatação, por orientação dos fiscais.
Foi ridículo. E ainda perdemos tempo procurando a parte do texto que sumia.

Anônimo disse...

Fiz a prova prática em Campinas, e várias pessoas tiveram problema com a formatação, sim! A instrução era p/ que primeiro se fizesse a formatação, e depois a digitação. Houve muitos casos, inclusive o meu, em que aparentemente o texto não assumiu a formatação feita. Após o témino, quem discordasse da formatação do seu texto impresso, registrava isso na própria prova antes de assiná-la. Tinha gente muito braba na minha sala!!!! A prova foi às 12:30 e só saí de lá 1 hora depois!!! Quais poderão ser as consequências do ocorrido???

Anônimo disse...

Eu fico muito calma para fazer as provas sempre. Até a de digitação de escrevente que já fiz. Mas nessa, quando formatei e não aplicou o justificado e olhei para o texto da colega que estava justificado comecei a ficar nervosa e depois perdendo tempo de conferir o restante da prova porque a droga do título tinha sumido, não sabia se digitava de novo ou não. Ou seja, essas coisas desequilibram a gente emocionalmente. Isso é injusto. O programa não foi confiável. E quando imprimi o texto, não estava com o recuo de primeira linha. Não sei. Mas acho que essa prova tem que ser anulada.

ialeph disse...

Também tive problemas, assim como mais da metade da minha sala, que tinha no total 33 candidatos.
Digitei o título do texto, a seguir, todo o texto. Logo que voltei para conferir desde a primeira linha... supresa!! o título tinha sumido. Redigitei-o. Quando imprimi o texto, o título saiu duplicado. Detalhe final: o programa não marcou mas não efetuou o alinhamento justificado.
Assinamos a folha de ocorrência na qual a fiscal ia constar os problemas.
Fiz em Taubaté, UNITAU, portão 2, sl. 1.

ialeph disse...

Vou agora postar ao IBFC os problemas ocorridos.

geleia disse...

O título do meu texto também sumiu e reapareceu na impressão!
Em minha sala, o fiscal falou que começar pela digitação ou formatação tanto fazia!
As teclas de atalho estavam bloqueadas!
Após formatar o texto, ele tb não mudou. O mesmo sucedeu com todas as pessoas da sala!!!
E na hora de imprimir continuou sem formatação!
Escrevemos as reclamações na própria folha!!!
O programa era péssimo, não houve tempo de adaptação ao teclado, e ao abrir o programa, não se sabia aocerto se era pra digitar ou formatar, pois a tela estava em branco!
Tve bate boca, strees, fiscal mandando candidato falar baixo com ele...daí pra baixo!
Essa organizadora é uma porcaria!!!

Anônimo disse...

Quando comecei a formatar o tempo acabou, rs! só deu tempo de por a fonte (The New Roman) e o tamanho, pelo menos digitei tudo com poucos erros, agora é aguardar e torcer!
<><>
Título?! agora que me lembrei dele.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
.
A N U L A Ç Ã O, preciso de uma nova chance!!!

ialeph disse...

Acabo de enviar para o IBFC o seguinte e-mail:
"Prestei hoje a prova prática do MP-SP em Taubaté (UNITAU, portão 2, sl. 1) e, assim como vários outros candidatos, tive problemas. Registro aqui o que segue:
- efetuei a formatação do texto, conforme o determinado. Conferi três vezes esta formatação, porém o programa não organizou por completo o texto como deveria. Este permaneceu com alinhamento à esquerda, ao invés de justificado.
- digitei todo o texto, mas quando da primeira das duas conferências que fiz, vi que o programa tinha sumido com a frase inicial "Uma cidade chamada Juarez do Norte". Redigitei-a. OK. Mas quando o texto foi impresso a tal frase apareceu duplicada, enquanto que no monitor aparecia apenas uma vez.
Todos os que tiveram problemas, subscreveram a folha de ocorrências, mas que, até o momento de sairmos da sala, ainda não havia sido preenchida com os fatos por nenhum dos fiscais.
Parte desses fiscais, procuraram nos tranquilizar declarando que tudo, tudo aquilo que efetuamos no computador, através do programa oficial, estava registrado. Se formatamos correto, mas a visualização e impressão não não correspondiam, estava, a princípio, tudo bem, devido ao citado registro de dados.
Por enquanto, este é apenas um registro e informe do ocorrido. Aguardarei o andamento do concurso para, se necessário, apresentar meu recurso.
Atenciosamente,
(...)"

Anônimo disse...

Na minha sala não falaram sobre fazer a formatação nos minutos iniciais. Foi dito que era indiferente. Depois, não funcionou.

Anônimo disse...

Ninguém falou para registrar reclamação.

Anônimo disse...

Fiz a prova em Santos e tive o mesmo problema com relação a formatação.. mesmo tendo configurado o alinhamento justificado, isso não se aplicou ao texto.. além disso o teclado era péssimo e a letra "e" falhava toda hora.. sorte que digito rápido e tive tempo de colocar todos os "e"´s de novo!! um absurdo!!

Dilesa disse...

Antes de ir fazer a prova em Taubaté, dei uma olhada no fórum do PCI e vi que algumas pessoas que fizeram a prova em São Paulo realmente estavam reclamando do teclado, do sistema, etc...
Fui preparada pra tudo...rsrs..
Na sala em que fiz a prova, apenas uma pessoa reclamou e bateu o pé querendo fazer a prova novamente, mas não sei o motivo.
O lance de desaparecer o título realmente aconteceu, porém, o fiscal nos orientou previamente que se isso acontecesse era só clicar com a seta do teclado pra cima e o título reapareceria. O procedimento funcionou e deu tudo certo!!!

Lucas Vieira disse...

A formatação não era por visual e sim o que você fazia e seria gravado no LOG do sistema, não adianta chorar.
O texto não sumiu, batava subir com a seta do teclado que estava lá todo digitado (pra quem digitou).

Nada de mais.

Anônimo disse...

As pessoas que tiveram problemas com a formatação na minha sala, pelo que percebi, tinham apertado alguma tecla de atalho que conheciam do Word normal e acabaram perdendo coisa. Acontece que o programa tinha a aparência de um word, mas não era. Não dava para usar todos os atalhos com ctrl, tab, alt + etc, apenas alguns. Outra coisa é que a medida que se digitava, o texto ia subindo e ficando escondido (do mesmo jeito que acontece neste campo de comentários), dava um pouco de trabalho descer e iluminar para aplicar a formatação. Também, pelo que explicaram na sala, cada PC tinha um cronômetro que disparava a contagem assim que apertávamos 'iniciar' e travava automaticamente nos 16 min, então quem tivesse preenchido as abas de formatação e não deu ok antes do cronômetro travar também perdia a formatação feita e não salva. As informazções sobre os 16 min corridos para fazer a prova e de que o aplicativo não era o word normal estavam escritos num papel com instruções que nos entregaram antes do início da prova.
O que eu achei muito ruim foi a desorganização do pessoal da ibfc quanto aos horários. Foram duas horas de atraso por pura mesquinharia da empresa: colocaram muita gente num único lugar para disputar meia dúzia de computadores. Achei um desrespeito que só aumentava o nervosismo. Também achei bem vagabunda a impressora que usaram: os textos saiam todos borrados. O fim da picada para um concurso desse porte.

Anônimo disse...

Que é, então a prova é às cegas? Isso está completamente ERRADO!!!
Não aceito de forma nenhuma.
Então a banca faz todo mundo de idiota?
Participar de um concurso público não é uma diversão. Os candidatos, em sua maioria, estão procurando TRABALHO, melhoria de vida.
O tratamento que recebemos hoje foi degradante, desrespeitoso.
Demora, desorganização, os próprios aplicadores não sabiam o que fazer.
Isso está errado.
Como se entrega uma responsabilidade tão grande a uma banca que não tem capacidade? Dá até para pensar...

Anônimo disse...

achei a prova fácil, deu tempo para revisar, mas ainda passaram três ou quatro erros de digitação. A formatação... bem, para ficar justificado tive que alinhar à esquerda e depois justificar, só então o texto ficou justificado. minha impressão ficou formatada.

Anônimo disse...

Fiasco! Assim eu resumo a prova de digitação feita hoje. o programa simplesmente não processou as alterações feitas. e pasme : Na campital teve muita gente que fez a prova duas vezes ! Procurarei meus direitos, se prejudicado.

Anônimo disse...

Até agora não acredito na desorganização, falta de orientação e desigualdade de condições fornecidas aos candidatos. Só o fato de em algumas salas falarem que vc pode administrar o tempo a sua maneira e em outras que a formatação deve ser feita no início já é motivo para anulação. Imagine um candidato, com os nervos a mil, ver que a a formatação aparece na tela ao lado e não na sua? Quanto tempo perdi com isso... e aí terminado o tempo, a fiscal me informa que em alguns pc's a formatação não aparece mesmo. INACREDITÁVEL.

Anônimo disse...

Idem a todas as reclamações anteriores!!O meu título fora apagado, digitei-o novamente e depois voltou...Meu problema foi também o "justificado"! Não é justo! Vamos ver qual o posicionamento da organizadora. Qualquer coisa que ela responder, postem!!
Abraços.

fernanda disse...

Não é possível falar que a prova foi justa, pois muita gente que não conseguia formatar acabou perdendo tempo e não corrigindo o que poderia ser corrigido!No meu caso eu ja tinha digitado e formatado texto quando ocorreu de ver que parte dele havia sumido, então retornei para digitar o que apagou e não deu tempo, quando acabou a prova eu quis refazer e os fiscais não deixaram e falaram que seria impresso de maneira correta, mas não foi, pois tentei corrigir e não deu tempo, ficou um espaço em branco!Pessoal entrem com mtos recursos foi a maior injustiça que já vi de vdd!Agora se outras pessoas tiveram o direito de refazer, nós também temos!Pra quem não teve problemas, não anular a prova é lucro!

Anônimo disse...

Ou anulam a prova inteira, reaplicando-a novamente, ou anulam a formatação.
Por outro lado, o edital foi flagrantemente descumprido, por exemplo: "10.8.6. A nota 80 será tribuída à transcrição intergral do texto, sem erros, em no máximo 11 minutos". Ora, se permitiram usar todos os 16 minutos para digitar e, depois, ainda dentro dos 16 minutos formatar, será que poderão "cancelar" a digitação após os 11 minutos?
Detalhe: ainda disseram enfaticamente: "usem o tempo a seu favor, tanto faz digitar ou formatar primeiro, mas é melhor digitar tudo primeiro para depois formatar"
Conclusão: descumpriram o edital, conduzindo a provável erro coletivo à maioria dos candidatos.
Por muito menos outras provas de outros concursos já foram anuladas.

Anônimo disse...

Só não quero fazer outra prova no próximo dia 11/09/2011 (aniversário de 10 anos do ataque às Torres Gêmeas); tenho outra prova lá em TAPEJARA-PR...!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Se a prova do TJ-MG foi anulada pela FUNDEP pelo simples fato de a turma da manhã ter divulgado os textos na web para a turma da tarde, essa IBFC deveria fazer o mesmo. Fui até bem, devo ter tirado uns 79 na digitação e uns 12 na formatação (total de 91), mas não acho justo o que essa banca fez com os candidatos. Lamentável.

Pedro C. disse...

A prova seria ridiculamente fácil se o programa funcionasse. Os problemas que tive foram os mesmos dos demais: 1) atraso de 1h30 2) ineficácia da formatação e 3) amadorismo dos fiscais. Infelizmente não vejo outra saída que não a anulação dessa etapa do certame.

Vânia Sousa disse...

Uma total falta de consideração com os candidatos classificados. Fiz a prova em Campinas, Faculdade Anhanguera II e percebi problemas desde a hora em que cheguei: o portão não foi fechado em nenhum momento, vi um candidato entrando 12h31 no local e não o vi retornando, só posso presumir que ele conseguiu fazer a prova, sendo que estava estipulado no edital que seria proibida a entrada após o fechamento dos portões que deveria ter ocorrido às 12h30. Meu horário de prova era às 14h30 e entramos na sala com os computadores às 16 horas, sendo que fomos orientados que, após digitado o texto não poderíamos voltar nas primeiras linhas para revisar, pois a barra de rolagem estava 'desativada' segundo os fiscais. Apliquei TODAS as formatações exigidas e, visivelmente a formatação de alinhamento não foi aplicada pelo programa. Pergunto-me como a empresa poderá comprovar que eu efetuei as configurações corretas? Todos estão falando que fica registrado no log, mas e se alguém alegar que configurou e não configurou??? Quem quiser usar de má-fé vai poder se sair bem? Concluindo, acredito que diversas outras pessoas chegaram após o horário tendo em vista que os portões simplesmente ficaram abertos desde meio-dia, sem contar o tempo de espera sem qualquer informação sobre o que estava acontecendo e ainda com os problemas do software. A impressão que tenho é a de que configuraram os programas para não permitir a rolagem para a última turma, pois as demais pessoas que prestaram antes relataram que conseguiam visualizar o texto todo, desde o início, então, foi um disparate total.

Anônimo disse...

Essa pressa deles em fazer a prova em apenas 8 dias a partir do aviso, e sem organização, demonstra total irresponsabilidade.
Na minha opinião, todos nós devemos reclamar diretamente ao MP. Afinal, foi quem selecionou essa porcaria.

Vânia Sousa disse...

Só complementando o que escrevi anteriormente: a prova em si foi super fácil de ser realizada, terminei de digitar, conferi o pedaço do texto que conseguia ver e conferi a configuração, que mesmo de acordo com o que foi solicitado não fora aplicada ao texto digitado, o problema foi a falta de organização, fiscalização no horário de entrada, atendimento ao edital (pois qualquer pessoa poderia utilizar mais que 11 minutos para digitar, bastava formatar o texto em menos de 5 minutos que o tempo restante poderia ser utilizado para digitar) e demais problemas ocorridos, sobretudo pela falta de profissionalismo da equipe que trabalhou neste certame. Um absurdo que nunca tinha presenteado até então.

Tais Destro disse...

Olá pessoal ! Boa noite !

Prova fácil, texto facil, sem maiores complicações. Programinha próprio para a formatação,... enfim, acho que fui bem. Consegui apontar 1 erro, inverti duas letras na palavra "MAS". Ao invés de digitar MAS, digitei AMS, e não consegui corrigir essa palavra. Nesse caso, seriam dois descontos: 0,28+0,28= 0,56

Acho que foi só isso. Que DEUS me ouça !!

BOA SORTE A TODOS !!!
Nao espero que a prova seje cancelada. pelo que o fiscal disse na minha prova (que foi no penúltimo horário, as 15:30) o que o examinador analisará não será a impressão, e sim o que ficar "registrado" no sistema.

Taís Destro

Anônimo disse...

Também não espero que a prova "seje" cancelada, mas, com certeza, esperamos que SEJA cancelada.

Anônimo disse...

Olha,essa prova foi aplicada desrespeitosamente e fora de todos os princípios que regem os concursos públicos.A última turma do período das 15:30 na cidade de Ribeirão Preto começou a prova com 2HORAS E 30 MINUTOS de atraso,neste período nenhuma explicação por parte dos fiscais ou da coordenação foi dada.Além do problema com a formatação por do programa que se mostrou muito ineficiente, houve um total despreparo por parte do fiscal visto que tiveram candidatos que refizeram a prova, mesmo o fiscal o não tendo autonomia para prosseguir com tal ato, espero também que seja levado em conta o fato lastimável de não ter se aberto NENHUMA ata ou registro de ocorrência, passando assim um sensação de conformidade na execução da prova. Peço a todos que se sentiram prejudicados e desrespeitos que encaminhem tudo o que ocorreu em suas unidades de aplicação DIRETAMENTE AO MP e também ao IBFC. Não vamos nos deixar passar por néscios outro vez.

Drica disse...

Cara Tais,
você felizmente não teve o azar de realizar a prova no primeiro horário, às 7:30 da manhã, quando nenhum fiscal estava ciente do problema. Eles não sabiam o que nos dizer e o pânico foi geral. Eu não sabia se o título havia sumido mesmo ou eu não o havia digitado... Ao invés de verificar a digitação, podendo corrigir possíveis erros, perdi o tempo tentando inutilmente refazer a formatação. Na minha sala foi a maior correria quando o tempo acabou: todos levantaram-se para ver a prova dos demais e ver se o problema era uma constante.
Portanto, quando vc foi fazer à prova às 15:30, os fiscais já sabiam que o problema estava ocorrendo e orientaram a todos que não se preocupassem, que a impressão não seria analisada, mas o registro do sistema. Isso, com certeza, a deixou mais tranquila para digitar seu texto e corrigi-lo.
Entenda que pela manhã, a realidade foi outra, bem diferente.Perguntei à fiscal pela ata, pedi para que o problema fosse registrado e ela disse que não faria isso, pois eu teria o prazo do recurso para reclamar. Tudo um absurdo!!!!
Sinto-me desrreipeitada e muito frustrada.

Karina disse...

BOA TARDE.

NO OUTRO FORUM QUE HÁ NA INTERNET, VERIFIQUEI QUE TAMBEM MUITOS CANDIDATOS FORMATARAM CORRETAMENTE A PAGINA, PORÉM A FORMATAÇÃO NAO APARECEU NEM NA TELA E NEM NA IMPRESSAO.

ORIENTO A TODOS QUE, ASSIM COMO EU, MANDEM EMAILS AO IBFC E AO MP.

PARA O IBFC, HA UMA PÁGINA NO SITE ONDE A RECLAMAÇÃO PODE SER POSTADA E TAMBÉM UM ENDEREÇO DE EMAIL: concurso@ibfc.org.br.

NO SITE DO MP, TAMBEM HA EMAILS. EU MANDEI PARA: ouvidoria@mp.sp.gov.br E comunicacao@mp.sp.gov.br.

POR FAVOR, NAO VAMOS DEIXAR AS SITUAÇÕES NARRADAS FICAREM SEM SOLUÇÃO. BUSQUEMOS DENUNCIAR AS IRREGULARIDADES E A JUSTIÇA.

SOU FORMADA EM PROCESSAMENTO DE DADOS, CONHEÇO EXATAMENTE O QUE FIZ E TENHO CERTEZA ABSOLUTA DE QUE NAO ERREI, INCLUSIVE, SEGUINDO AS ORIENTAÇÕES DOS FISCAIS PARA A FORMATAÇÃO ANTES DO INICIO DA DIGITAÇÃO, COMO TB CONSTAVA NO EDITAL.

POR FAVOR, QUE SE JULGAR PREJUDICADO, NAO DEIXE DE INFORMAR ISTO, ACREDITO QUE É O Q PODEMOS FAZER POR NOSSOS INTERESSES E PELA JUSTIÇA.

BOA SORTE A TODOS!!

Anônimo disse...

Sugiro enviar email também ao Procurador Geral de Justiça, para ciência ao menos da indignação dos candidatos frente a tantos problemas ocorridos: pgj@mp.sp.gov.br

Anônimo disse...

Por enquanto fiz o que dava para fazer. Mandei e-mail, relatando minuciosamente todas as irregularidades que culminaram em prejuízo aos candidatos ao cargo de Oficial de Promotoria I, à tesouraria do MP, à Procuradoria-Geral, à ANPAC, ao IBFC.
Não é possível que não percebam as injustiças ocorridas, especialmente com as primeiras turmas, quando os fiscais não faziam ideia do problema.

Drica disse...

Entrei em contato por telefone com o MP e a pessoa que me atendeu disse que ela estava lá na ETEC - Belém no momento da aplicação da prova e que eu não seria prejudicada, pois será válido o que ficou registrado no sistema. Tentei explicar a ela que era óbvio que eu fui prejudicada, pois perdi tempo tentando arrumar a formatação, enquanto meus concorrentes que fizeram a prova em outros horários, já sabendo dos problemas, usaram o tempo excedente para correção da digitação.
Ademais, o edital diz que será atribuída nota 80 à transcrição integral do texto em, no máximo 11 minutos. Como vão fazer isso, então? Se teve gente que digitou em 12, 13, 14, 15 ou até 16 minutos? Como vão cumprir essa cláusula do edital?

Paula disse...

Fiz a prova na capital, à tarde, e nãõ tivemos nenhuma orientação sobre como seria e prova e nem que partes do título e do texto sumiriam.

Digitei meu texto normalmente, no tempo estipulado, e parti para a formatação. Comecei pelas margens e depois selecionei o texto para modificar a fonte. Quando apliquei as modificações na fonte, MEU TEXTO SUMIU. Simplesmente.
Fiquei desesperada, chamei as fiscais, q me nem foram na minha máquina ver o q houve..... comecei a clicar desesperadamente na tela, o texto deu umas piscadas e depois voltou. Nisso, fui conferir se não tinha perdido uma linha e se o texto estava ok. Quando voltei a formatar, o tempo acabou. Enfim, fui absurdamente prejudicada por ter o texto mágico na minha tela e perder meu tempo precioso em procurá-lo e não terminando a formatação!!!!!

Anônimo disse...

O pessoal que está reclamando não sabe o que falam. Eles ficaram praticando no Word e quando viram um software diferente ficaram desesperados. Frase: Mudou a cor da grama o BURRO morreu de fome.
Tudo que o software tinha são tratativas de aplicações Windows. Barra de rolar, uso de setas do teclado, etc. ASchei muito fácil. Acho que gabaritei. Quem foi mal, que tenha a decência de assumir sua incapacidade.

Anônimo disse...

Alguém sabe qtos candidatos foram convocados no último concurso do MP, será que vão convocar muitos aprovados neste concurso?